Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

PRESIDENTE

Trump aparece pela primeira vez em público usando máscara

Por: AFP

Publicado em: 12/07/2020 17:03

 (Foto: Alex Edelman / AFP)
Foto: Alex Edelman / AFP

O presidente americano, Donald Trump, usou uma máscara em público pela primeira vez no sábado, cedendo à forte pressão para dar um exemplo de saúde pública enquanto a pandemia do novo coronavírus avança nos Estados Unidos.

Trump apareceu com uma máscara preta ao caminhar pelos corredores do hospital militar Walter Reed, nos arredores de Washington, onde visitou veteranos feridos.

O presidente passou direto por jornalistas que estavam no local e não parou para explicar o que havia se tornado um momento há muito aguardado: sua possível mudança de visão sobre a prática recomendada pelos próprios especialistas médicos de seu governo, mesmo com sua resistência.

"Eu acho que é uma grande coisa usar uma máscara. Eu nunca fui contra as máscaras, mas acredito que elas têm um momento e um lugar", disse Trump ao deixar a Casa Branca.

De acordo com informações divulgadas pela imprensa durante a semana, assessores praticamente imploraram para que o presidente cedesse e usasse uma máscara em público, e se deixasse fotografar usando uma, enquanto os casos do novo coronavírus disparam em alguns estados do país e seu adversário democrata nas eleições de novembro, Joe Biden, aparece liderando as pesquisas de intenções de voto.

Trump tem defendido de forma resoluta a gestão que sua administração vem fazendo da pandemia, ainda que os Estados Unidos sejam o país mais afetado do mundo pela Covid-19, com mais de 135 mil mortos e mais de 60 mil novos casos por dia.

Os estados foram deixados sozinhos para descobrir como reabrir as atividades sem uma estratégia clara e coerente da Casa Branca.

Usar máscara ou não se tornou um motivo de debate em um país profundamente dividido.

Os conservadores que apoiam Trump com frequência se negam a usar a máscara sob a alegação de que afeta sua liberdade, enquanto os progressistas tendem a respaldar a prática como uma demonstração de responsabilidade coletiva em um momento de crise de saúde.

Os Centros para o Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos recomendam o uso de máscara em público quando não é possível manter o distanciamento social. 

Mas Trump, em todos os comícios políticos, entrevistas coletivas e outros lugares, evitava usar a máscara, mesmo depois que alguns funcionários da Casa Branca testaram positivo para Covid-19 e à medida que outras autoridades, incluindo o vice-presidente Mike Pence, passaram a usar a proteção.

Em maio, Trump ironizou Biden quando o democrata começou a usar a máscara em público. 

A campanha de Biden criticou a demora de Trump em usar a máscara.  "Donald Trump passou meses ignorando os conselhos dos especialistas médicos e politizando o uso da máscara, uma das coisas mais importantes que podemos fazer para prevenir a propagação do vírus", disse Andrew Bates, porta-voz de Biden. 

"Ao invés de assumir a responsabilidade e liderar, perdeu quatro meses nos quais os americanos fazem sacrifícios, estimulando as divisões e desencorajando ativamente as pessoas a dar um passo muito básico para proteger uns aos outros", completou.

De acordo com vários relatos, Trump afirmou a assessores que usar a máscara o faria parecer frágil e que não suportava a ideia de ser fotografado pela imprensa com uma máscara. 

Mesmo no sábado, quando saiu da Casa Branca para visitar o Walter Reed, Trump deu a entender que estava usando uma máscara apenas porque estava seguindo para um hospital - não porque teve a ideia de usá-la regularmente.

"Acho que quando você está em um hospital, especialmente neste ambiente particular, onde conversa com muitos soldados e pessoas que, em alguns casos, acabaram de sair das salas de cirurgia, acredito que é genial usar uma máscara", disse Trump
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Rhaldney Santos entrevista o pré-candidato à prefeitura do Recife  Túlio Gadêlha
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #392 Sucessão ecológica
A nova cara da Conde da Boa Vista, velha conhecida dos recifenses
Rhaldney Santos entrevista a pré-candidata à prefeitura do Recife Marília Arraes
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco