Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital

RANKING INTERNACIONAL

Universidade pública do Brasil é a 5ª melhor em ranking da América Latina

Publicado em: 26/07/2021 19:27

 (Reitora aponta que cortes no orçamento ameaçam a boa classificação da instituição no ranking elaborado pela publicação inglesa Times Higher Education. Foto: Lucas Braga/UFMG)
Reitora aponta que cortes no orçamento ameaçam a boa classificação da instituição no ranking elaborado pela publicação inglesa Times Higher Education. Foto: Lucas Braga/UFMG
O posto de quinta melhor universidade da América Latina permanece ocupado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) – que também foi classificada como a terceira melhor instituição de ensino superior e a melhor federal do Brasil. O ranking foi elaborado pela publicação inglesa Times Higher Education (THE) – vinculada ao jornal The Times.

Em comparação com a avaliação do ano passado, a UFMG apresentou evolução no segmento de pesquisa, com aumento da pontuação de 83,7 para 85,5. Já a área de ensino, na classificação, saiu de 90,3, em 2020, e atingiu 91,6 este ano.

Apesar da boa perspectiva, a reitora da UFMG, Sandra Regina Goulart Almeida, avalia que o desempenho da instituição em rankings que avaliam a qualidade da educação poderá ficar comprometido caso a tendência de cortes e bloqueios orçamentários se mantenha.

“Necessitamos de investimento sustentável para manter a produção científica, acadêmica e cultural em patamares aceitáveis e competitivos para atender às demandas da sociedade e do país”, afirmou a reitora por meio de comunicado emitido pela assessoria da instituição.

Brasil é o mais representado no ranking
Na edição 2021 do levantamento, foram avaliadas 177 universidades de 13 países latino-americanos. O país que obteve maior representação na lista é o Brasil, com 67 universidades, seguido do Chile (28), Colômbia (24), México (23), Equador (11), Argentina (9) e Peru (8).

A classificação das instituições levou em conta cinco áreas: ensino (ambiente de aprendizado), pesquisa (quantidade, investimentos e reputação), citações (influência e alcance da produção científica), perspectiva internacional (cooperação e intercâmbio de docentes e estudantes) e renda na indústria (capacidade da universidade de contribuir com o setor industrial).

Outras universidades mineiras também estão entre as melhores
Outras instituições mineiras também ocuparam posições de destaque no ranking da Times Higher Education. A Universidade Federal de Viçosa (UFV) foi considerada a segunda melhor instituição de Minas Gerais e a 20ª da América Latina.

Na sequência, aparecem as federais de Lavras (Ufla), Uberlândia (UFU) e Juiz de Fora (UFJF), que, a nível latino-americano, foram classificadas nas 21ª, 56ª e 72ª posições, respectivamente.

O topo do ranking
Pelo terceiro ano consecutivo, o topo do ranking é ocupado pela Pontifícia Universidade Católica do Chile, seguida da USP, Unicamp e do Instituto de Tecnologia de Monterrey, no México. Abaixo da UFMG, e entre as dez instituições mais bem avaliadas da América Latina, figuram, ainda, a Universidade do Chile, a PUC Rio, a UFRGS, a Unifesp e a UFRJ.

Confira o ranking completo no site da Times Higher Education.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: deputado estadual Diogo Moraes (PSB) e o cardiologista Marco Antônio Alves
Consumo de carne de cachorro sob reavaliação na Coreia do Sul
Manhã na clube: entrevistas com Mendonça Filho (DEM), Vitor Moura e Jailson Silva
Combate à gordofobia vira lei no Recife
Grupo Diario de Pernambuco