Diario de Pernambuco
Busca

COMBATE À DESIGUALDADE

Haddad vai ao Vaticano em busca de apoio para taxação dos super-ricos

O ministro da Fazenda espera receber o apoio emblemático do papa Francisco na proposta global de taxação de grandes fortunas, agenda da presidência brasileira à frente do G20

Publicado em: 03/06/2024 17:31

A luta contra a crise climática, com foco para a atual situação do Rio Grande do Sul, também está entre os temas tratados pelo chefe da equipe econômica (Diogo Zacarias)
A luta contra a crise climática, com foco para a atual situação do Rio Grande do Sul, também está entre os temas tratados pelo chefe da equipe econômica (Diogo Zacarias)

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, embarca na tarde desta segunda-feira (3/6) para uma visita oficial ao Vaticano e a Roma, na Itália. No encontro com o papa Francisco, o ministro abordará a taxação de grandes fortunas, proposta apresentada pelo Brasil na presidência do G20 e considerada importante pelo governo para a agenda de combate à desigualdade e ao equilíbrio fiscal.

 

Haddad espera ter o apoio emblemático do pontífice para a taxação dos super-ricos em nível internacional. Além do encontro com o papa, o ministro participa do workshop “Enfrentar a crise da dívida no Sul Global”, promovido pela Pontifícia Academia de Ciências Sociais, ligada à Santa Sé.

 

A proposta de taxação internacional levantada vem sendo discutida no âmbito do G20, grupo formado pelas 19 maiores economias do mundo, mais a União Europeia e a União Africana. Países como França, Espanha, Alemanha e África do Sul já sinalizaram apoio ao projeto, em que os multimilionários teriam de pagar, todos os anos, impostos no valor de pelo menos 2% da sua riqueza total.

 

A luta contra a crise climática, com foco para a atual situação do Rio Grande do Sul, também está entre os temas tratados pelo chefe da equipe econômica, que deve se encontrar ainda com ministros das Finanças de outros países.

 

De acordo com a Fazenda, Haddad já tem marcado um encontro bilateral com o ministro da Economia da Espanha, Carlos Cuerpo. O retorno do ministro para o Brasil está previsto para quarta-feira (5). 

 

 

Tags: g20 | fortuna | taxação | vaticano | haddad |
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL