Diario de Pernambuco
Busca

Energia

Usina solar pernambucana é autorizada a comercializar energia pela Aneel

Empreendimento fica localizado em Flores, no interior do estado

Publicado em: 23/05/2024 14:49 | Atualizado em: 23/05/2024 15:40


Com a autorização da Aneel, as usinas solares fotovoltaicas do Complexo, localizado no município de Flores, no interior de Pernambuco, podem iniciar a venda de energia (Foto: Divulgação)
Com a autorização da Aneel, as usinas solares fotovoltaicas do Complexo, localizado no município de Flores, no interior de Pernambuco, podem iniciar a venda de energia (Foto: Divulgação)
 
O Complexo São Pedro e Paulo, projeto em conjunto das empresas pernambucanas Kroma Energia e Elétron Energy, recebeu recentemente a autorização da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para entrar em operação comercial. Com isso, as usinas solares fotovoltaicas do Complexo, localizado no município de Flores, no interior de Pernambuco, podem iniciar a venda de energia.
 
“É um dos passos mais importantes de uma usina. Isso significa que já foram feitos todos os testes e que o Operador Nacional do Sistema Elétrico indicou que estamos aptos para entrar em operação comercial”, salienta o gerente de Geração de Energia da Kroma, Filipe Godoy Souza. As usinas autorizadas pela Aneel são: São Pedro e Paulo I, São Pedro e Paulo V, São Pedro e Paulo VI e e São Pedro e Paulo VIII. Juntas, essas unidades somam 83,9 megawatts (MW) de capacidade.
 
Gerente de Geração de Energia da Kroma, Filipe Godoy Souza (Foto: Divulgação)
Gerente de Geração de Energia da Kroma, Filipe Godoy Souza (Foto: Divulgação)
 
 
Ao todo, a Kroma Energia totaliza 1,8 gigawatts (GW) comercializados e um total de 500 unidades consumidoras sob sua gestão. Em termos de geração, a Kroma soma 4,6 GW em projetos de geração de energia elétrica, entre potência já instalada e projetos que estão sendo instalados.
 
Em paralelo, a empresa pernambucana, que é pioneira em comercialização de energia no Nordeste, está desenvolvendo uma nova usina, o Complexo Arapuá, localizado no município de Jaguaruana (CE), com capacidade de 250 MWp em sua primeira fase, e o Complexo Colinas, localizado no município de Brejão (PE), com capacidade de 130 MWp. A previsão é que ambas as usinas entrem em operação em 2026.

Tags: energia | solar |
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL