Diario de Pernambuco
Busca

Energia

Neoenergia inaugura subestação Via Mangue para reforçar fornecimento de energia nos bairros de Brasília Teimosa, Boa Viagem e Pina

Com investimento de R$ 50 milhões, essa é a primeira subestação das 13 previstas pela distribuidora, até 2028

Publicado em: 24/05/2024 12:45 | Atualizado em: 24/05/2024 18:11

O equipamento vai promover um incremento de 30% na oferta de energia para os bairros de Boa Viagem e Pina (Foto: Rafael Vieira)
O equipamento vai promover um incremento de 30% na oferta de energia para os bairros de Boa Viagem e Pina (Foto: Rafael Vieira)
A distribuidora Neoenergia Pernambuco inaugurou, nesta sexta-feira (24), a primeira das 13 subestações previstas no plano de investimentos para os próximos cinco anos. A nova subestação Via Mangue, localizada na Rua José Aderval Chaves, em Boa Viagem, é a subestação mais moderna de Pernambuco, a única que abriga todos os componentes na área interna do prédio, diferente das demais que possuem equipamentos instalados a céu aberto. 

Diante do cenário constante de quedas de energia nos últimos meses, na área da Zona Sul do Recife, a nova subestação, além de oferecer mais capacidade de potência para a região do bairro de Boa Viagem, permite absorver cargas de outras subestações. O que significa, de acordo com a Neoenergia, mais flexibilidade operacional e mais capacidade de reestabelecer eventuais faltas de energia de uma maneira mais rápida.
 
O empreendimento recebeu mais de R$ 50 milhões em investimentos e teria capacidade para atender, segundo o presidente da Neoenergia, Saulo Cabral, uma cidade como o Cabo de Santo Agostinho, ou seja, cerca de 250 mil pessoas. "Mas aqui ela vai atender 16 mil pessoas, porque são clientes com carga muito maior e também para permitir flexibilidade, que melhora a qualidade do fornecimento", afirma. Serão beneficiados os habitantes do Pina, Brasília Teimosa, Boa Viagem e Imbiribeira. 
 
"Os equipamentos que estão aqui são ultramodernos com nível de isolação diferente para que eles possam ser acomodados em um espaço menor e com muito mais tecnologia. As entradas e as saídas da subestação são todas com cabos subterrâneos e isso permite que a gente consiga agregar tanta potência em uma área tão populosa como é Boa Viagem", explica Saulo Cabral.
 
Presente na solenidade de inauguração, a governadora do estado, Raquel Lyra, destacou que a Neoenergia reforçou o seu plano de investimentos lançado no Palácio do Campo das Princesas, em abril deste ano, indicando 5 bilhões de reais em investimentos para os próximos 5 anos. "Essa subestação da Via Mangue, inaugurada aqui hoje em Boa Viagem, é extrememente moderna e garante a melhoria do abastecimento para uma região importante do Recife. Além de melhoria nos equipamentos, garantia de mais segurança e mais tecnologia, a gente vai ter mais qualidade no fornecimento de energia e vai permitir o conforto para quem está em casa e também para os seus negócios. Para que a gente possa atrair novos empreendimentos e garantir a expansão dos investimentos existentes em Pernambuco", afirma a governadora.
  
A subestação Via Mangue vai promover um incremento de 30% na oferta de energia para os bairros de Boa Viagem e Pina. Serão mais 52 MVA de potência instalada na região. Toda a energia será distribuída por meio de 10 circuitos de média tensão. Atualmente, quatro circuitos estão em operação. Os outros seis serão entregues até o final de 2024.

No total, foram investidos R$ 50 milhões, sendo R$ 39 milhões na subestação e R$ 11 milhões apenas no aterramento da rede de alta tensão. Nas saídas dos circuitos subterrâneas, foram embutidas 350 metros de uma linha de transmissão que supre a unidade. 

De acordo com informações da distribuidora, a estrutura ocupa uma área de 900m², tamanho 75% inferior ao necessário para a construção do empreendimento, com a mesma capacidade, mas no modelo tradicional, a céu aberto. Para garantir a segurança na área interna do equipamento, foi instalado o sistema GIS (Sistema Isolado de Gás), que garante a isolação total dos equipamentos contra choque elétrico. Além disso, o prédio conta com um sistema inteligente contra incêndio.
 
Meio ambiente 

A Subestação Via Mangue será a primeira a utilizar óleo vegetal em substituição ao óleo mineral como fluído isolante dos transformadores de grande porte. O óleo vegetal possui origem renovável, é biodegradável e possui menor impacto ambiental durante a produção e descarte em comparação com o mineral.
 

MAIS NOTÍCIAS DO CANAL