Diario de Pernambuco
Busca

Economia

Mirtilo Day: evento auxilia produtores interessados no cultivo da fruta em Petrolina

Produção de mirtilo está em expansão no Vale do São Francisco

Publicado em: 10/05/2024 18:43

A produção do mirtilo está em crescimento no Vale do São Francisco, a partir de variedades adaptadas geneticamente para o clima da região (Foto: Arquivo/Marlene Mendes)
A produção do mirtilo está em crescimento no Vale do São Francisco, a partir de variedades adaptadas geneticamente para o clima da região (Foto: Arquivo/Marlene Mendes)

O cultivo do mirtilo está em crescimento no Vale do São Francisco, a partir de variedades adaptadas geneticamente para o clima da região. Diante dessa expansão, o Sebrae/PE, em parceria com o Sindicato dos Produtores de Fruta de Petrolina, realiza o "Mirtilo Day" com o objetivo de auxiliar produtores interessados em cultivar a fruta. O evento acontece nesta sexta-feira (10), no auditório do Senai e traz especialistas do país para falar sobre espécies adaptadas, forma de manejo e incentivos para a produção. 


De acordo com o membro da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e coordenador do Programa Rota da Fruta na Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal, Luiz Curado, com um investimento inicial de aproximadamente R$ 260 mil em um hectare de mirtilo, é possível obter um retorno rápido e alto. "No primeiro ano, se forem produzidas 400 g por planta, o faturamento é R$ 90 mil. Se no segundo ano eu dobrar essa produção, o lucro vai ser mais de R$ 180 mil. No terceiro ano, atingindo a maturidade de 3 kg por planta, o faturamento é de 675 mil. Então em 3 anos é possível faturar quase R$ 900 mil", disse.

 

A região onde o especialista atua já possui cultivos sendo comercializados que mostram o alto potencial lucrativo do mirtilo. No evento, Luiz Curado traz temas como a técnica de cultura de tecidos, que se adapta melhor aos climas quentes, irrigação adequada e outras formas de manejo. Outra presença importante é a do empresário Marcos Flávio, da Biofábrica - Biotechnology in Plants, que vai apresentar as variedades com maior potencial de desenvolvimento no Sertão do São Francisco. 

 

A analista do Sebrae/PE Laianne Macedo conta que o evento deve estimular os investidores locais. "Estamos abrindo essas informações para ajudar os produtores que têm esse interesse, mostrando essa possibilidade de investimento para quem já investe em outras áreas, ou até pessoas que ainda não entraram no agronegócio, mas que desejam entrar como uma oportunidade de investimento", afirma.

 

Para as pessoas que, após o evento, tiverem interesse em começar a investir no setor, o Sebrae oferece apoio na parte de realização do plano de negócio e no estudo de viabilidade.  Além de apoio na contratação de consultoria técnica, entre outros serviços.


MAIS NOTÍCIAS DO CANAL