Diario de Pernambuco
Busca

LITERATURA

Pernambuco recebe Centro de Distribuição da Companhia das Letras para o Nordeste

Início das operações já conta com 1,5 milhão de livros a serem enviados aos pontos de venda

Publicado em: 03/04/2024 18:21

Jaboatão dos Guararapes recebe Centro de Distribuição da Companhia das Letras (Brenda Alcântara/Divulgação)
Jaboatão dos Guararapes recebe Centro de Distribuição da Companhia das Letras (Brenda Alcântara/Divulgação)
A Companhia das Letras inaugura em abril um Centro de Distribuição de livros em Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana do Recife, para atender a região Nordeste. O hub deve abastecer pontos de vendas de oito estados, adiantando o envio de lançamentos com apelo do público, e reduzindo os custos de frete para as lojas e leitores.

A iniciativa de descentralizar a distribuição dos produtos concentrada no Sudeste precede a pandemia, que deixou o projeto em hiato, até que pudesse ser retomado em 2023. De acordo com análise realizada pela empresa, o Nordeste é a terceira região do país que mais compra livros, ficando atrás dos sudestinos e sulistas. No entanto, com ambos já contemplados pela indústria estabelecida no eixo Rio-São Paulo, a Companhia das Letras optou por investir em uma região com alta demanda, mas carente de atenção.

O novo centro envia livros para Pernambuco, Alagoas, Ceará, Maranhão, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe, enquanto a Bahia segue sendo suprida pelo depósito situado em Guarulhos, São Paulo, “comprovadamente a estratégia mais eficiente” segundo o grupo. O início das operações contará com 1,5 milhão de exemplares já na central de Jaboatão. No total, os oito estados somam 334 pontos de venda que não recebiam o devido suporte, com a maioria sendo lojas pernambucanas.

De acordo com a Diretora Comercial da Companhia das Letras, Luciana Borges, o projeto deve beneficiar a região com reduções tanto nos custos quanto no tempo de espera, seja das compras realizadas através da internet, ou no abastecimento das lojas. “Vamos ganhar em agilidade nas entregas e grande redução nos custos do frete. Prevemos um aumento de 20% no faturamento em 2 anos”, explicou. Ainda, o novo depósito já gerou 30 empregos diretos em Jaboatão, e deve criar pelo menos mais uma centena indiretamente na região.

A decisão de quebrar a supremacia do eixo se deve às mudanças nas relações de compra e venda nos últimos anos, com a ascensão do comércio digital. A maior rede de livrarias do Brasil, a Leitura, recebe pedidos loja a loja, assim como livrarias independentes, médias e pequenas, necessitando de maior agilidade e organização no transporte. E a estratégia já tem casos de sucesso, como a Amazon, que também possui um depósito no Estado.

“Nossos parceiros comerciais focam as aquisições nos livros mais vendidos e lançamentos. Com um custo menor de frete e entrega ágil, vamos possibilitar um investimento maior nas obras do nosso catálogo e um aumento na disponibilidade de títulos. A tendência será gerar maior oferta para o leitor, ter mais títulos expostos nas lojas e sites, e, consequentemente incremento nas vendas”, afirmou Borges.

Todo o transporte do centro será gerenciado pela Transpor Express, especialista em entregas no mercado editorial há mais de 30 anos. A envio de grandes quantidades de livros será feita regularmente através de cabotagem, ou seja, transporte marítimo, enquanto a distribuição em caráter de urgência de títulos específicos, como lançamentos, será rodoviária.

“Seremos responsáveis por uma área de dois mil m², e temos previsão de ter uma equipe de 30 pessoas”, comentou a CEO da Transpo Express, Mariana Martins. Além da celeridade, o novo modelo de distribuição também deve reduzir em 76% a emissão de CO2, segundo a Cia das Letras, sendo uma alternativa mais ecológica.

Para o analista de produtos da Livraria Jaqueira, o Centro de Distribuição pode transformar o mercado editorial nordestino. “Sofremos muito com os clientes em busca de lançamentos que ainda não chegaram nas lojas. Com esse depósito aqui não teremos mais demora em receber os lançamentos e reposições da Companhia”, disse.

O sócio-proprietário da Livraria Imperatriz, Jacob Berenstein Neto, também celebrou o novo depósito em Pernambuco. “Vamos ter lançamentos muito rapidamente. Antes, precisávamos acumular uma quantidade grande de títulos para fazer um pedido, por conta do custo do frete. Com o centro de distribuição aqui vamos ter mais eficiência nas entregas”, comentou.

Inauguração

O início das operações do novo centro será celebrado nesta quarta-feira (3), às 18h30, na Livraria Jaqueira do Paço Alfândega. O evento deve contar com a presença de autores como Cida Pedrosa, Inaldete Pinheiro de Andrade, Kleber Mendonça Filho, Mari Bigio, Ronaldo Correia de Brito, Socorro Acioli e Stênio Gardel.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL