Diario de Pernambuco
Busca

SETOR PRIMÁRIO

Setor de abate de aves é o que mais emprega imigrantes no Brasil, diz relatório

Entre 2013 a 2022, o setor de abate de aves criou mais de 90 mil postos de trabalho

Publicado em: 07/12/2023 21:46


O setor de 'abate de aves', por exemplo, foi o que mais empregou imigrantes entre 2013 a 2022 (foto: Gustavo Moreno/CB/D.A Press)
O setor de 'abate de aves', por exemplo, foi o que mais empregou imigrantes entre 2013 a 2022 (foto: Gustavo Moreno/CB/D.A Press)

A cadeia de produção de matéria gerada pelo agronegócio é o setor que mais emprega formalmente imigrantes que vieram ao Brasil, mostrou o Relatório Anual de 2023 publicado nesta quarta-feira (06), pelo Observatório das Migrações Internacionais, do Ministério da Justiça e Cidadania. O documento foi produzido com base em dados de 2013 até 2022. 

 

Esses empregos, conforme o levantamento, se concentram no final da linha de produção do setor primário. O setor de 'abate de aves', por exemplo, foi o que mais empregou imigrantes entre 2013 a 2022. Neste período, foram criadas mais de 90 mil ocupações.

 

O segundo setor com mais empregos formais a imigrantes no Brasil também está no setor primário e se refere à ocupação de abate de suínos em frigoríficos. No período calculado pelo relatório, houve cerca de 60 mil empregos com carteira assinada. 

 

Número de imigrantes no mercado formal, segundo principais setores de atividades - Brasil, 2013 - 2022 (foto: Reprodução/Relatório OBMigra)
Número de imigrantes no mercado formal, segundo principais setores de atividades - Brasil, 2013 - 2022 (foto: Reprodução/Relatório OBMigra)
 

 

A lista segue mostrando vagas nas áreas de alimentação e restaurante e de construção civil. No que se refere ao setor terciário, entre 2013 e 2022, foram empregados cerca de 60 mil imigrantes. Já a área de construção abrangeu mais de 30 mil vagas de trabalho formal.

 

 

Imigrantes no Brasil

 

Segundo o Relatório Anual de 2023 do OBMigra, em 2022, havia 223.411 imigrantes no Brasil. Desses, com 54.714, São Paulo configura o estado com maior número de trabalhadores que migraram ao país. Essa unidade da federação concentra 24,5% do imigrantes.

 

 

Relatório do OBMigra retrata número de imigrantes em trabalhos formais no Brasil (foto: Reprodução/Ministério da Justiça)
Relatório do OBMigra retrata número de imigrantes em trabalhos formais no Brasil (foto: Reprodução/Ministério da Justiça)

 

Embora São Paulo tenha número considerável de imigrantes que trabalham formalmente, os outros estados do Sudeste não seguem a regra. Conforme mostra a tabela abaixo, o Sul do país é a região onde há maior número de imigrantes que trabalham formalmente, de acordo com o relatório do Ministério da Justiça. 

 

 

Confira as informações no Correio Braziliense.  

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL