Diario de Pernambuco
Busca

CONJUNTURA

Câmara aprova MP do ICMS, que alivia caixa do governo para 2024

Depois de concessões feitas, Planalto obtém uma vitória no Congresso; o placar foi de 335 votos a favor e apenas 56

Publicado em: 15/12/2023 16:59


Após a votação dos destaques, o texto segue para o Senado (foto: Reprodução/Câmara dos Deputados)
Após a votação dos destaques, o texto segue para o Senado (foto: Reprodução/Câmara dos Deputados)

A Câmara aprovou, na manhã desta sexta-feira (15), a medida provisória que altera as regras do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias (ICMS), projeto considerado fundamental para o governo, para aliviar o caixa em 2024. É importante para a meta do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, de tentar zerar o déficit das contas públicas.

 

A proposta foi aprovada com 335 votos a favor e apenas 56 contrários. Todos os destaques apresentados pela oposição foram rejeitados.

 

A estimativa da equipe econômica é que o governo arrecade R$ 35 bilhões com as alterações dos benefícios concedidos por meio do ICMS. O texto aprovado mexe nos tributos pagos por empresas que se beneficiam de desconto ofertado por alguns estados na cobrança do ICMS.

 

Com essa diferença, esses empresários têm lucro maior e deixam de pagar a alíquota devida.

O que a MP assegura é a possibilidade de a União cobrar essa diferença do imposto, afetando o lucro alcançado por incentivos estaduais.

 

 

Confira as informações no Correio Braziliense

Tags: MP do ICMS | icms | câmara |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL