Diario de Pernambuco
Busca

INFLAÇÃO DE "PORTA DE FÁBRICA"

Preços na indústria sobem pelo terceiro mês seguido em outubro

Apesar disso, resultado acumulado nos últimos 12 meses é o menor para o mês na série histórica

Publicado em: 29/11/2023 16:20


Índice acumula queda de 6,13% nos últimos 12 meses e de 4,43%, desde o início do ano (foto: José Paulo Lacerda/CNI)
Índice acumula queda de 6,13% nos últimos 12 meses e de 4,43%, desde o início do ano (foto: José Paulo Lacerda/CNI)
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou, nesta quarta-feira (29), o resultado do Índice de Preços ao Produtor (IPP). De acordo com o balanço, houve um aumento de 1,11% nos preços da indústria em outubro, na comparação com o mês anterior. Com isso, o índice acumula queda de 6,13% nos últimos 12 meses e de 4,43%, desde o início do ano.

Mesmo com a nova alta no resultado mensal, a queda acumulada é a maior para o mês de outubro desde o início da série histórica, em 2014. No mês passado, das 24 atividades industriais que integram o estudo, 14 apresentaram variações positivas no preço na comparação com o mês anterior. No último levantamento, em setembro, 13 haviam registrado alta nos valores.

No mês passado, a atividade que registrou a maior variação de preço foi a de bebidas, com um aumento de 6,12%. Na sequência, aparecem indústrias extrativas (5,26%), outros equipamentos de transporte (2,19%) e alimentos (2%).

Já as que tiveram os maiores impactos no resultado final foram alimentos (0,48 pontos percentuais), indústrias extrativas (0,26 p.p.), bebidas (0,15 p.p.) e refino de petróleo e biocombustíveis (0,10 p.p.), em sequência.

“Esta sequência de três meses com resultados positivos da indústria vem após seis meses seguidos de queda. De agosto a outubro, a alta acumulada é de 2,96%. Apesar disso, o IPP ainda não foi capaz de reverter os resultados negativos nos índices de longo prazo”, afirma Murilo Alvim, analista do IPP.
 
 
Confira as informações no Correio Braziliense

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL