Diario de Pernambuco
Busca

TAXA DE JUROS

Após redução da Selic, Banco do Nordeste também reduz taxa de juros

Publicado em: 04/08/2023 13:57 | Atualizado em: 04/08/2023 14:23

BB, Caixa e Itaú já anunciaram redução de taxas  (Divulgação/BNB)
BB, Caixa e Itaú já anunciaram redução de taxas (Divulgação/BNB)
O Banco do Nordeste anunciou que, a partir desta sexta-feira (04), as taxas de juros em seus produtos de crédito comercial serão reduzidas. A medida acompanha a redução da Taxa Básica de Juros, Selic (-0,5%), comunicada na última quarta-feira (02), e visa favorecer pessoas físicas e empresas.

Dentre os produtos que tiveram maior redução de taxa, destaca-se o Giro Flash, modalidade de empréstimo para capital de giro, com operacionalização automatizada e prazo de reembolso de até 48 meses. As taxas de juros do produto recuaram em até 11%. As novas taxas estão disponíveis aos clientes do BNB em toda sua área de atuação, que contempla os nove estados nordestinos e parte de Minas Gerais e Espírito Santo.

De acordo com o presidente do BNB, Paulo Câmara, a queda na Selic e a eficiência operacional do banco permitiram a redução. “Taxas de juros menores incentivam novos investimentos e alavancam o crescimento do país com a geração de novos postos de trabalho e oportunidades”, afirmou.

Crediamigo
O Banco do Nordeste já havia reduzido em 21% suas taxas de juros para operações de microcrédito urbano orientado do programa Crediamigo. Desde 1º de agosto, o BNB passou a aplicar o percentual de 2,53% ao mês em substituição ao valor anterior de 3,2% ao mês. A medida visa facilitar o acesso ao crédito para microempreendedores e impulsionar a geração de ocupação e renda.

Outros bancos 
A Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil e o Itaú também já reduziram suas taxas de juros. A Caixa recuou as taxas do Crédito Consignado para beneficiários e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de 1,74% para a partir de 1,70% ao mês. 

O BB também reduziu os juros do consignado do INSS, saindo de 1,81% para 1,77% na faixa mínima, e de 1,95% para 1,89% ao mês no patamar máximo; outros produtos, direcionados a pessoas jurídicas, também tiveram redução nos juros. 

Já o Itaú, informou que passará a redução na taxa de juros para sua linha de crédito pessoal, válida para a taxa máxima de pessoas físicas que contratarem o serviço a partir desta sexta-feira (04). As taxas variam de acordo com o perfil e o relacionamento do cliente com a instituição financeira. O banco, no entanto, não detalhou a variação de valores. 

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL