Diario de Pernambuco
Busca

COLUNA

Vem um novo tipo de PIX por aí e vai ameaçar os cartões de crédito

Por: Ecio Costa

Publicado em: 27/06/2022 06:00

 (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação
O PIX Garantido vai trazer a mesma funcionalidade dos cartões de crédito e pode ajudar a derrubar as taxas de juros atualmente cobradas no crédito parcelado. Os bancos irão garantir as compras parceladas.

Com o surgimento do PIX, em apenas 2 meses, esse meio já era o mais utilizado no país. No início de 2022 já representa quase 20 vezes mais transações que o tradicional TED. Operações com cartão de débito, boleto e cheques estão caindo paulatinamente, substituídos pelo PIX.

Um verdadeiro tsunami no mercado de crédito ainda está por vir, abalando as grandes operadoras de maquininhas no mercado e se chama: PIX Garantido. Com ele, será possível parcelar transações sem precisar ter saldo na conta, como é feito com o cartão de crédito no Brasil.

O cartão de crédito é o tipo de pagamento mais usado pelos brasileiros em suas compras, respondendo por R$ 478,5 Bilhões em transações no 1º trimestre de 2022. Muitas dessas compras são parceladas, algo que o só existe aqui no Brasil e já faz parte da cultura do consumidor.

O cartão de crédito é o mais importante meio, não somente por conta do volume, mas por conta da receita gerada para as operadoras de maquininhas, onde o lojista só recebe 28 dias depois, paga juros na transação e, caso queira antecipar o recebimento, é cobrado novamente. 

O PIX Garantido ainda não tem previsão para ser lançado pelo BC, mas, quando estiver funcionando, vai permitir que o consumidor sem saldo na conta possa agendar um ou mais pagamentos parcelados para uma determinada data, concorrendo diretamente com os cartões de crédito.

Se a data chegar e ele continuar sem saldo na conta, o banco garante o pagamento e o consumidor passa a dever para o banco, onde juros serão cobrados do cliente. Na prática, é um produto de crédito e, assim como o cartão de crédito, também vai viabilizar o parcelamento.

O PIX garantido trará mais concorrência ao mercado, causando um impacto sobre os juros cobrados pelos cartões de crédito. Os bancos também irão concorrer entre si, impactando o custo dos seus produtos. Consumidores e lojistas irão ganhar, com custos financeiros menores.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL

Sofia Manzano vê reforma agrária como solução para desigualdade social

18/08/2022 às 21h32

Resultado de leilão aeroportuário deixa ministro muito satisfeito

18/08/2022 às 21h29

Dólar fecha estável, vendido a R$ 5,17, em dia de volatilidade

18/08/2022 às 21h13

Tabaco e álcool são principais causas de câncer no mundo

18/08/2022 às 21h05

Facebook e Instagram eliminam um dos maiores grupos antivacina dos EUA

18/08/2022 às 20h43

Militares mexicanos têm responsabilidade no desaparecimento de 43 estudantes em 2014

18/08/2022 às 20h38

Cientistas descobrem método para destruir produtos químicos permanentes

18/08/2022 às 20h23

Dupla Simone e Simaria anuncia separação; irmãs seguirão carreira solo

18/08/2022 às 20h09

Netflix anuncia estreia e divulga imagens de Enola Holmes 2

18/08/2022 às 19h59

Guedes lamenta a falta de avanço na reforma tributária e critica governadores

18/08/2022 às 19h54

Quatro novos caso de varíola dos macacos são confirmados, em Pernambuco

18/08/2022 às 19h49

Anvisa discute liberação da vacina infantil para seis meses a quatro anos

18/08/2022 às 19h31

Brasil é o 5º país com mais casos da varíola do macaco

18/08/2022 às 19h24

Sebastião Oliveira viabiliza apoio de André Janones à Marília Arraes

18/08/2022 às 19h22

Datafolha: 51% dizem não votar em Bolsonaro de jeito nenhum

18/08/2022 às 19h21

Datafolha: Bolsonaro cresce, vai a 32% e vantagem de Lula cai para 15 pontos

18/08/2022 às 19h17

TSE informa tempo dos candidatos à Presidência no horário eleitoral

18/08/2022 às 19h14

Eymael assina termo de compromisso Presidente Amigo da Criança

18/08/2022 às 19h09