Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

MAIS CÔMODO

Hospital de Olhos de Pernambuco leva serviços de oftalmologia e otorrino a locais de trabalho; veja como ser atendido

Publicado em: 02/05/2022 10:47

A proposta tem o intuito de aproximar o HOPE das empresas e cuidar dos funcionários (Foto: HOPE/Divulgação )
A proposta tem o intuito de aproximar o HOPE das empresas e cuidar dos funcionários (Foto: HOPE/Divulgação )
O Hospital de Olhos de Pernambuco (HOPE) está com o projeto HOPE in Company, que leva atendimento em oftalmo e otorrinolaringologia, além do novo serviço do HOPE Vacinas, em locais de trabalho. A proposta tem o intuito de aproximar o HOPE das empresas e cuidar dos funcionários.

Neste mês de maio, a iniciativa será realizada na Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), entre os dias 2 e 6. Serão oferecidos consultas e aplicação de vacinas para os colaboradores da instituição. Os funcionários podem agendar os serviços através do telefone (81) 3302-2121. A ação acontece das 8 às 13h e das 14h às 19h. No Bloco A, acontecem atendimentos oftalmológicos e vacinação em uma unidade móvel. Já no Bloco G, estarão sendo realizados os atendimento em otorrino.

O formato do HOPE In Company se adapta à necessidade das empresas, seja disponibilizando a unidade móvel ou deslocando a estrutura de um consultório para realização de consultas e alguns exames nos funcionários. Com a participação de médicos especializados, técnicos de enfermagem e profissionais de atendimento, também é possível realizar palestras e prestar orientações aos colaboradores.
 
O hospital também lançou, neste ano, o HOPE Vacinas, que oferece imunizantes para várias doenças, como febre amarela, hepatite e mais recentemente, a vacina quadrivalente da gripe, que protege contra as novas cepas.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Fechamento de escolas durante pandemia pode gerar prejuízos por décadas no Brasil
Manhã na Clube: entrevistas com Bruno Rodrigues e Débora Almeida
Manhã na Clube: entrevista com a dra. Tamara Cristina, endocrinologista
Refugiados ucranianos no Brasil: mais de 10 mil quilômetros longe de casa
Grupo Diario de Pernambuco