Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

IBGE

Em Pernambuco, setor de serviços registra avanço de 2,4% em março

Publicado em: 12/05/2022 15:50

Grupo de serviços prestados às famílias se destacou no período (Fernando Frazão/Agência Brasil)
Grupo de serviços prestados às famílias se destacou no período (Fernando Frazão/Agência Brasil)
Divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (12), a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) apontou um crescimento de 2,4% no volume de serviços em Pernambuco durante o mês de março. Com o resultado, o estado recupera a perda registrada em fevereiro, quando o setor acumulou uma retração de -0,8%. O desempenho pernambucano superou a média brasileira para o mesmo período, 1,7%. 

De acordo com o IBGE, dos cinco grupos de serviços pesquisados, apenas os serviços de informação e comunicação apresentaram retração, 0,3%, se mantendo próximo a estabilidade. Entre os resultados positivos, o destaque ficou com o grupo de serviços prestados às famílias, que cresceu 48,7% no estado. 

“Esse grupo de serviços, que inclui hotéis, restaurantes, cuidados pessoais e entretenimento em geral,  foi o mais impactado pela pandemia e isolamento social, por se tratar de serviços que exigem a presença física do consumidor para a prestação”, observou a gerente de planejamento e gestão do IBGE em Pernambuco, Fernanda Estelita.

Em comparação com março de 2021, o resultado também é positivo, com alta de 21,5%. Já no acumulado do ano, o volume  subiu 14%. Com relação ao acumulado nos últimos doze, a evolução do setor ficou em 16,8%. 

Atividades turísticas 
Em março de 2022, o índice de atividades turísticas apontou expansão de 5,9% em comparação com o mês de fevereiro. No acumulado do ano, o setor também acumula resultados positivos, com avanço de 33,9%. No Brasil, durante o mês de março, os estados que registraram maior aumento no volume de atividades turísticas foram São Paulo (7,0%), seguido por Bahia (8,0%), Santa Catarina (11,8%) e Rio de Janeiro (2,9%). 
TAGS: ibge | pms | serviços | setor |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Última Volta: GP da Espanha 2022 de F1
Antiproibicionismo: Marcha da Maconha por uma nova política de drogas
Manhã na Clube: entrevista com Raquel Lyra (PSDB)
Casamento de Lula e Janja: celulares barrados na entrada
Grupo Diario de Pernambuco