Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

COMBUSTÍVEIS

CNTA defende ação conjunta de todos os setores que dependem do diesel

Publicado em: 11/05/2022 15:30

 (crédito: ED ALVES/CB/D.A.Press)
crédito: ED ALVES/CB/D.A.Press
Após a Petrobras anunciar mais um reajuste no diesel vendido nas refinarias às distribuidoras, de R$ 0,40 no litro do combustível, a Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA) defendeu uma ação conjunta de todos os setores que dependem do diesel. Na prática, o aumento equivale a uma alta de 8,87%, para R$ 4,91, valor que passou a vigorar nesta terça-feira (11).

A entidade afirmou entender que o diesel é um insumo imprescindível para toda a cadeia produtiva do Brasil e que, por isso, os prejuízos pelo seu aumento não devem ser absorvidos somente pela categoria mais frágil, que é o caminhoneiro autônomo. “Dessa forma, a CNTA defende que diante deste cenário é necessária uma ação conjunta de todos os setores que dependem do diesel para o exercício da sua atividade econômica”, disse em nota.

“Evidentemente, isso refletirá na recomposição dos valores dos serviços prestados pelo caminhoneiro autônomo e exigirá que o mercado adeque os aumentos dos custos para que amenizem os desequilíbrios financeiros entre contratados e contratantes”, completou.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Fechamento de escolas durante pandemia pode gerar prejuízos por décadas no Brasil
Manhã na Clube: entrevistas com Bruno Rodrigues e Débora Almeida
Manhã na Clube: entrevista com a dra. Tamara Cristina, endocrinologista
Refugiados ucranianos no Brasil: mais de 10 mil quilômetros longe de casa
Grupo Diario de Pernambuco