Diario de Pernambuco
Busca

ENERGIA

TCU aponta falhas do governo federal na condução da crise hídrica

Publicado em: 12/01/2022 21:25

 (Foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press
Um relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) apontou uma série de falhas do governo federal na condução da crise hídrica no país, o que, consequentemente, aumentou os valores das contas de luz da população. Ano passado, o Brasil enfrentou o pior período seco em mais de 90 anos e viveu ameaçado pelo risco de racionamento de energia elétrica.

A análise do TCU consta em relatório técnico enviado aos órgãos do setor elétrico com uma série de determinações para o Ministério de Minas e Energia (MME). Segundo o documento, houve falhas no planejamento das ações que tiveram foco em ampliar a oferta de energia.

As medidas incluíram o uso de termelétricas, até mesmo as mais caras e sem contrato, além da importação de energia da Argentina e do Uruguai. Também foi realizado um leilão emergencial para contratação de usinas para operar de 2022 a 2025 e que custou R$ 39 bilhões aos consumidores.

Segundo os técnicos do tribunal de contas, a maioria das ações do ano passado “teve foco no aumento da oferta de energia, sem estudos ou análises detalhadas de impacto que corroborassem essa escolha, negligenciando ações do lado da demanda, havendo pouco incentivo para o deslocamento ou redução do consumo”.

No auge da crise hídrica, o governo se concentrou em ampliar a capacidade de geração de energia no país, especialmente por meio de usinas termelétricas. Praticamente todas as usinas a gás natural, óleo diesel, carvão e biomassa do país foram acionadas, o que gerou aumento de custos, mas garantiu o fornecimento de eletricidade.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL

Anvisa libera vacina e medicamento sem registro contra varíola do macaco

19/08/2022 às 13h35

PL para regularizar apostas online, no Uruguai, tem aprovação dos senadores

19/08/2022 às 13h30

Recife terá mais de 180 pontos de imunização abertos para Dia D de Multivacinação e Poliomielite neste sábado (20)

19/08/2022 às 13h26

Porto Alegre sanciona lei para serviço de loteria municipal

19/08/2022 às 13h20

APM Terminals é oficializada como vencedora do leilão de Suape

19/08/2022 às 13h10

Instituto Travessia promove empoderamento feminino capacitando mulheres no Cabo de Santo Agostinho

19/08/2022 às 12h45

Jaboatão terá 78 pontos de vacinação no Dia D de Multivacinação

19/08/2022 às 12h40

Eduardo Bolsonaro sobre o pai: 'Mais democrata nunca vi'

19/08/2022 às 12h33

Colégio Salesiano Recife lança edital para Bolsas Filantrópicas em 2023

19/08/2022 às 12h27

Sergio Moro sobre disputa presidencial: 'Jamais estarei ao lado de Lula'

19/08/2022 às 12h22

Junta militar de Mianmar se diz disposta a negociar com Aung San Suu Kyi

19/08/2022 às 12h12

Rio restabelece parte dos serviços atingidos por ataque hacker

19/08/2022 às 12h12

Governo de Pernambuco desapropria terras do Engenho Roncadorzinho, em Barreiros, onde menino foi morto e líder rural foi baleado

19/08/2022 às 12h11

Felipe Carreras é o deputado federal de Pernambuco que menos gasta verba pública

19/08/2022 às 12h03

Miguel Coelho recebe apoio de mais duas lideranças religiosas de Pernambuco

19/08/2022 às 11h52

80% dos usuários usam lentes de contato de forma inadequada

19/08/2022 às 11h38

Olinda participa do Dia D da Campanha de multivacinação e atualização de caderneta

19/08/2022 às 11h29

Ministro do STF suspende decisão que tornava Eduardo Cunha elegível

19/08/2022 às 11h16