Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

INTERIORIZAÇÃO DO ECOSSISTEMA

Softex Recife inicia investimento no interior; Caruaru e Petrolina terão "embaixadas"

Publicado em: 12/01/2022 10:14

Ainda em janeiro, sete empresas de Petrolina estarão associadas ao Softex  (Reprodução/Pixabay )
Ainda em janeiro, sete empresas de Petrolina estarão associadas ao Softex (Reprodução/Pixabay )
O Centro de Excelência em Tecnologia de Software do Recife (SoftexRecife) começou a investir fora da Região Metropolitana da capital pernambucana, iniciando pelos municípios de Caruaru e Petrolina, que terão "embaixadas" com o intuito de aproximar o Softex de empresas associadas. Ainda em janeiro, sete empresas de Petrolina estarão associadas ao Softex.

De acordo com o presidente do SoftexRecife, Yves Nogueira, a iniciativa surgiu a partir de um mapeamento de possíveis empresas que podem se tornar associadas. “É uma iniciativa que queremos incentivar em 2022. Fizemos um mapeamento e vimos que existem quase três mil empresas atuando nessa área e que ainda não são associados. Já estão no nosso radar para que a gente possa fortalecer ainda mais o nosso setor”, disse. Ainda segundo Nogueira, tornar o ecossistema de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) mais forte também no interior, é o principal objetivo. 

Para o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, a aproximação do Softex com o município pode contribuir com o desenvolvimento do local. “É o início de um relacionamento do SoftexRecife com Petrolina. Conversamos com Yves para levar o conhecimento para nossa cidade que se destaca muito pelo agronegócio. Acreditamos que essa tecnologia pode ser aplicada na ponta, no agronegócio, economia das coisas, negócios, serviços, indústria e também na educação para fomentar a formação dos jovens. Acho que será um ciclo virtuoso no médio e longo prazo”, contou.

Na avaliação de um dos embaixadores da iniciativa, João Onofre Alves, diretor executivo da InfoRio Sistemas, com sede em Petrolina, as duas extensões de atuação vão permitir uma consolidação de Pernambuco como Estado referência em tecnologia. “O que queremos fazer é trazer o sertão e o agreste para o litoral, fazer essa aproximação. Já a partir deste mês janeiro, teremos sete empresas de Petrolina associadas ao Softex, será a maior cidade do interior com associados. É uma iniciativa de aproximação, transformar Pernambuco em um só. É um grande desafio que nosso ecossistema tem pela frente”, declarou.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevista com Padre Arlindo
Ômicron começa a recuar nos Estados Unidos
Manhã na Clube: entrevista com Paulo Pimentel, advogado tributarista e professor da ITS EDU
Segundo a ONU, 2021 foi um dos sete anos mais quentes da História
Grupo Diario de Pernambuco