Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

INFLAÇÃO

Etanol sobe 63% e lidera alta de preços em 2021; café tem alta de 50,24%

Publicado em: 11/01/2022 16:35

 (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Os dados do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) mostram que os preços dos produtos dispararam em 2021. Divulgado nesta terça-feira (11), o indicador oficial da inflação aponta que o etanol e o café moído foram os itens que mais acumularam variação no ano passado.

Com uma subida de 62,23% em seu preço, o etanol foi o produto que mais encareceu no ano passado. A inflação do combustível está relacionada às condições da safra da cana-de-açúcar, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A baixa quantidade de chuvas em 2021 prejudicou as plantações, o que reduziu a oferta e pressionou os preços.

O café moído foi o segundo item do IPCA que mais acumulou variação no ano passado, subindo 50,24%. Fatores climáticos também pressionaram a subida do produto. Secas e geadas atingiram estados produtores de café, como Minas Gerais, e prejudicaram as plantações.

Dos 10,06% da inflação em 2021, 4,19% tiveram origem no aumento de preços dos transportes, segundo dados divulgados pelo IBGE. Somente esse grupo teve alta de 21,03% no ano passado, pressionado principalmente pelo encarecimento de 49,02% dos combustíveis. A gasolina acumulou alta de 47,49% em 2021.

“Certamente foram os combustíveis que acabaram puxando essa desaceleração, principalmente a gasolina, na medida em que é o item de maior peso no IPCA”, afirmou Pedro Kislanov, gerente do Sistema Nacional de Índices de Preços do IBGE.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
OMS: é possível encerrar fase aguda da pandemia este ano
Manhã na Clube: entrevistas com Carlos Veras (PT), Frederico Menezes e Marlon Malassa
Zuri: 11 anos, multiinstrumentista, compositor e prodígio da música faz campanha para comprar violão
Bolsonaro cancela visita à Guiana devido à morte de sua mãe
Grupo Diario de Pernambuco