Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

PANDEMIA

Bolsonaro minimiza impacto da inflação e culpa medidas de distanciamento

Publicado em: 12/01/2022 20:25

 (Foto: Reprodução/Pixabay)
Foto: Reprodução/Pixabay
O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira (12) que a culpa pela inflação de dois dígitos é das medidas de distanciamento social adotadas em meio à pandemia da Covid-19.

"Em 2014 ou 2015, a inflação foi de 10%. Me aponte qual crise aconteceu nesses dois anos? Não teve crise nenhuma. Tivemos a questão da Covid. Com a política do 'fique em casa', a cadeia produtiva sofreu solavancos, e aí a inflação é uma questão natural. Pelo menos 38 milhões de trabalhadores informais perderam o seu ganho", afirmou em entrevista à Gazeta Brasil.

A inflação terminou 2021 com variação acima de 10% pela primeira vez desde 2015, corroendo a renda e o poder de compra da população. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), subiu 0,73% em dezembro, acima das estimativas do mercado, resultando em uma variação de 10,06% no acumulado do ano. Isso significa que, em cada R$ 1 mil de salário do trabalhador, R$ 100 foram engolidos pelo dragão da inflação ao longo de 2021.

Bolsonaro também comentou o aumento dos preços dos combustíveis. Na terça-feira (11), a Petrobras divulgou aumento nos preços da gasolina e do diesel nas refinarias a partir de hoje. Segundo a estatal, o preço médio de venda da gasolina para as distribuidoras passou de R$ 3,09 para R$ 3,24 por litro. No caso do diesel, o preço subiu de R$ 3,34 para R$ 3,61 por litro. Ao comentar o aumento, o chefe do Executivo disse que, se pudesse, ficaria livre da Petrobras.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevista com Carlos Veras (PT), deputado federal
China executa maiores exercícios militares em décadas
Papa recebeu como tapas os depoimentos de abusos no Canadá
Defesa de Brittney Griner alega falhas em provas apresentadas pela Rússia
Grupo Diario de Pernambuco