Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

MARCAS PREFERIDAS

Um brinde à soberania do Quinta do Morgado

Publicado em: 15/12/2021 10:12 | Atualizado em: 17/12/2021 07:49

 (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação
Há 50 anos no mercado, a marca Quinta do Morgado continua sendo a favorita nas taças pernambucanas. A mais consumida no estado, vinda diretamente da Serra Gaúcha, tem um lugar especial nas mesas nordestinas. “A empresa tem um orgulho tremendo desse prêmio. O DNA dela é sulista, mas a gente tem um carinho pelo Nordeste que é uma coisa absurda”, enfatiza Fabrício Navarro, gerente comercial da divisão Nordeste na Fante, produtora de Quinta do Morgado.

. O maior destaque no portfólio de sua produtora também é grande relevância nas exportações brasileiras. Cerca de 85% dos vinhos brasileiros vendidos internacionalmente são Quinta do Morgado. Todo esse sucesso em vendas tem uma explicação: a qualidade. “O maior investimento da nossa vinícola, formada por famílias de viticultores tradicionais, é na qualidade das nossas bebidas. O produto pode ter a melhor roupagem, nome e garrafa mais bonita, mas se não tiver qualidade, o consumidor vai experimentar e não vai comprar novamente. Essa é a grande lição”, completa Fabrício. Para a Fante, ao lado disso também vem a higiene. A entrada na vinícola é controlada e restrita ao uso de equipamentos como toucas e capas.

Além dos desafios enfrentados pela vinícola em decorrência da pandemia da Covid-19, tal qual as restrições de festas e grandes eventos, como o carnaval, onde bebidas alcoólicas são consumidas em grande quantidade, as indústrias brasileiras enfrentam uma escassez de insumos. “Atualmente, nós temos um déficit enorme de embalagem, principalmente relacionado à garrafa de vidro e isso vai desde cervejaria até as vinícolas. Em algumas semanas não conseguimos vasilhames e precisamos levar as garrafas do Nordeste para o Sul. Os caminhões saem de Pernambuco com garrafas vazias e voltam abastecidas do Rio Grande do Sul. O custo logístico é assustador”, relata o gerente comercial. Apesar dos desafios, as indústrias Fante têm se superado. Para o ano de 2022, está prevista a inauguração de uma unidade da produtora em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata de Pernambuco. A aposta do vinho mais querido do estado para o carnaval é na sua versão enlatada, tornando-se fácil de consumir e mais prática de ter acesso.

Diferentemente da indústria de refrigerantes ou cervejas, cuja concorrência é moderada, existem milhares de marcas de vinho nas gôndolas dos supermercados do país. Destacar- -se entre tantos não é fácil, porém, os 50 anos de tradição e qualidade de Quinta do Morgado provam que a bebida tem o que é necessário para ocupar um lugar especial nos corações pernambucanos. Além dos vinhos, a Fante também é responsável pela produção de sucos, espumantes e destilados.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Soldado russo se declara culpado por crime de guerra na Ucrânia
Manhã na Clube: entrevista com Maria Zilá Passo, advogada especialista em direito da saúde
Fechamento de escolas durante pandemia pode gerar prejuízos por décadas no Brasil
Cada vez mais brasileiros procuram a medicina tradicional chinesa
Grupo Diario de Pernambuco