Diario de Pernambuco
Busca

PRAZO

Servidores aposentados têm até sexta para fazer prova de vida

Publicado em: 27/12/2021 14:03

Obrigatoriedade estava suspensa por causa da pandemia de Covid-19 (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Obrigatoriedade estava suspensa por causa da pandemia de Covid-19 (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Termina na próxima sexta-feira (31) o prazo para aposentados, pensionistas e anistiados políticos do Executivo federal que não realizaram a prova de vida entre janeiro de 2020 a setembro de 2021 comprovarem vida.

A obrigatoriedade da prova de vida estava suspensa, como medida de prevenção ao contágio pela covid-19, mas voltou a ser exigida a partir de outubro de 2021.

Segundo a Secretaria de Gestão do Ministério da Economia, para realizar a prova de vida, os aposentados, pensionistas e anistiados devem comparecer presencialmente a uma agência do banco onde recebem o pagamento, munidos de documento de identificação com foto.

Prova de vida digital
Também é possível realizar a prova de vida digital. Para isso é necessário ter a biometria (identificação digital) já cadastrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ou no Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

No celular, é necessário instalar o aplicativo gov.br, por meio do qual é realizada a validação facial. O acompanhamento da situação da prova de vida, assim como a obtenção do seu comprovante e notificações para lembrar o prazo da realização são realizados pelo aplicativo SouGOV.BR, desenvolvido exclusivamente para servidores ativos, aposentados e pensionistas da Administração Pública Federal.

Independentemente do canal em que realizou a prova de vida, o beneficiário pode consultar sua situação pelo aplicativo SouGOV.BR, disponível nas lojas Google Play e App Store, ou pelo computador, acessando www.gov.br/sougov.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL

45 anos sem Elvis Presley: relembre o legado do rei do rock

16/08/2022 às 19h30

Guedes diz que piso da enfermagem pode tornar insustável cumprimento de metas

16/08/2022 às 19h25

Ministro: teto do ICMS pode ser revisto se estados perderem receita

16/08/2022 às 18h53

Promulgada lei que simplifica regras trabalhistas em novas calamidades

16/08/2022 às 18h50

Nove em cada dez crianças e adolescentes são usuárias de internet

16/08/2022 às 18h44

Ministério da Saúde nomeia novo secretário-executivo

16/08/2022 às 18h38

Operadora nuclear da Ucrânia denuncia ataque russo contra seu site

16/08/2022 às 18h28

Ewan McGregor comenta a possibilidade de entrar para a Marvel

16/08/2022 às 18h22

Novos servidores aprovados em concurso são recepcionados pela Prefeitura do Recife

16/08/2022 às 18h20

Quarta temporada da série 'Sintonia' é confirmada pela Netflix

16/08/2022 às 18h18

Auditores fiscais da Receita protestam em frente à Alfândega nesta terça

16/08/2022 às 18h14

Deputado Federal pelo Mato Grosso do Sul, acusado de forjar o próprio atentado, se torna réu no STF

16/08/2022 às 18h04

Ciro confirma presença na posse de Alexandre de Moraes no TSE

16/08/2022 às 17h50

Anvisa discutirá suspensão do registro de vacina contra varíola do macaco

16/08/2022 às 17h45

Golpistas fraudam documentos com QR Code que direciona para música dos anos 80

16/08/2022 às 17h40

Jovem é levada a tribunal do crime após negar beijo a chefe do PCC

16/08/2022 às 17h35

Deputado acusado de forjar o próprio atentado se torna réu no STF

16/08/2022 às 17h30

Com panfletagem em fábrica, Léo Péricles inicia campanha à Presidência

16/08/2022 às 17h25