Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

MARCAS PREFERIDAS

Pitú, a cachaça que está no coração dos pernambucanos

Publicado em: 15/12/2021 09:34 | Atualizado em: 17/12/2021 08:06

 (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação
Inegavelmente consolidada no mercado nacional, a aguardente Pitú é a maior representante de Pernambuco do seu segmento. Campeã, pela sexta vez consecutiva da pesquisa Marcas Preferidas do Diario de Pernambuco, a cachaça de 83 anos de tradição é líder nas regiões Norte e Nordeste, e a segunda mais consumida no Brasil. Presente em 50 países, a Pitú é líder absoluta em exportação no seu segmento, figurando entre as vinte maiores marcas de destilados do mundo.

“A afetividade, reciprocidade e identificação dos consumidores de cachaça com as ações de marketing da Pitú no Brasil e no exterior, além da qualidade do produto que oferecemos nos dois mercados, são de fato nosso maior trunfo para conquistas de prêmios importantes como o Marcas Preferidas, que tanto nos enche de orgulho”, afirmou o diretor comercial da Pitú, Alexandre Ferrer. Neste ano, a empresa fortaleceu suas ações e, para se aproximar ainda mais do consumidor, incrementou o seu e-commerce, incluindo outras bebidas do portfólio no site e iniciando a venda de novos produtos como camisas e bonés da marca.

Para manter sua posição de referência no mercado, a empresa pernambucana conta com 600 funcionários e comercializa cerca de 100 milhões de litros por ano. A Pitú tem, além de um portfólio variado de bebidas, um rigoroso e tecnológico sistema de controle de qualidade que acompanha todo o processo de produção. Localizada em Vitória de Santo Antão, a Pitú é um orgulho para o município. No local também está o Centro de Visitação, criado para receber os “pituzeiros”, como são chamados os maiores fãs da cachaça. “Esse reconhecimento é uma prova que estamos no caminho certo, e que o segredo é estreitar cada vez mais as relações e estar sempre próximos dos ‘pituzeiros’, consumidores fiéis e verdadeiros defensores da marca”, expressou Ferrer.

Alinhada com as boas práticas sociais e ecológicas, a Pitú se preocupa com o consumo consciente da bebida e funciona com processos sustentáveis, que se baseiam em cinco pilares: gerenciamento da água; reciclagem; reflorestamento; educação ambiental e preservação cultural e histórica. Em conformidade com o Plano Nacional de Resíduos Sólidos, a empresa consegue reutilizar 94% das garrafas comercializadas, além de destinar outros materiais para reciclagem, fortalecendo essa indústria e auxiliando na geração de empregos. “Temos como premissa o respeito ao ser humano e à natureza”, disse o diretor.

Para 2022, os planos da marca incluem a inauguração de um novo galpão na fábrica, em Vitória de Santo Antão, para aumentar a capacidade de armazenagem e carregamento da aguardente, melhorando a velocidade de atendimento aos clientes”, declarou.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Soldado russo se declara culpado por crime de guerra na Ucrânia
Manhã na Clube: entrevista com Maria Zilá Passo, advogada especialista em direito da saúde
Fechamento de escolas durante pandemia pode gerar prejuízos por décadas no Brasil
Cada vez mais brasileiros procuram a medicina tradicional chinesa
Grupo Diario de Pernambuco