Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

MARCAS PREFERIDAS 2021

Moura Dubeux conqusita o Nordeste

Publicado em: 16/12/2021 09:18 | Atualizado em: 16/12/2021 15:49

 (A construtora em breve contará com portfólio em sete das nove capitais nordestinas. Foto: Divulgação)
A construtora em breve contará com portfólio em sete das nove capitais nordestinas. Foto: Divulgação
Empreendimentos luxuosos e de alto padrão se tornaram sinônimos da Moura Dubeux. Criada em 1983 em Pernambuco, a construtora atua no setor imobiliário com o foco em projetos para primeira e segunda residência e empresariais. Com o passar dos anos, se tornou a principal incorporadora do estado e iniciou seu processo de expansão em busca da relevância também no cenário regional. Atualmente, emprega aproximadamente 3 mil funcionários, tendo entregue mais de 220 empreendimentos, somando cerca de 3,6 milhões de m² construídos.

A partir de 2007, foram iniciadas novas operações no Rio Grande do Norte, Ceará, Bahia e Alagoas. “Essa expansão aconteceu a partir do vislumbre de se tornar uma empresa com atuação no Nordeste. Nas cinco capitais em que a Moura atua, ela possui empreendimentos de médio padrão, alto e luxo, incluindo empresariais e a linha beach class”, comenta Eduarda Dubeux, gerente de marketing da construtora.

Sergipe e Paraíba devem se juntar em breve ao portfólio. Com isso, a construtora passa a estar presente em sete unidades da região, se consolidando como a maior construtora do Nordeste.

Segundo resultados protocolados na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), nos meses de abril a junho, a Moura Dubeux obteve lucro líquido de R$ 26 milhões. No acumulado do semestre, o valor sobe para R$ 44 milhões e, nos últimos 12 meses, para R$ 68 milhões. Ainda no segundo trimestre deste ano, foi registrado um volume de R$ 384 milhões em vendas, aumento significativo de 401,2% comparado ao montante registrado no mesmo período de 2020 e 57,1% acima do primeiro trimestre de 2021.

Para além dos bons números, a empresa tem avaliado os novos hábitos de consumo dos seus clientes, principalmente em razão da pandemia da Covid-19. O futuro da marca é ser cada vez mais digital, com foco na praticidade e bem-estar dos clientes que necessitam manter uma relação de longo prazo com a marca, do momento da venda até a entrega do imóvel e fim da assistência técnica.

“A tendência de hoje é oferecer o máximo possível de atendimento virtual para o cliente. Não só pela pandemia, mas pela necessidade das pessoas resolverem as coisas com praticidade. Com o autosserviço a gente pode ter não só a venda através desse canal, como também facilitar a vida do cliente no pós-venda. É algo em que pretendemos investir”, comenta Eduarda Dubeux.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevista com o ex-ministro e pré-candidato ao senado, Gilson Machado
Suspeito de ataque a tiros com seis mortos é detido nos EUA
Manhã na Clube: entrevistas com o pastor Wellington Carneiro e Alexandre Castelano
Planta gigante, prima da vitória-régia, é descoberta em Londres
Grupo Diario de Pernambuco