Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

PRAZO FINAL

Auxílio-doença do INSS sem perícia presencial acaba nesta sexta-feira (31)

Publicado em: 31/12/2021 09:03

Seguradores do INSS terão que fazer agendamento online para realizar a perícia no posto (Foto: Marcelo Casal Jr/Agência Brasil )
Seguradores do INSS terão que fazer agendamento online para realizar a perícia no posto (Foto: Marcelo Casal Jr/Agência Brasil )
O prazo para a concessão do benefício por incapacidade temporária, antigo auxílio-doença, sem perícia presencial acaba nesta sexta-feira (31). Até hoje será permitido o envio de laudos e exames de forma remota pelo aplicativo Meu INSS, o que viabiliza a concessão do benefício também de forma remota. 

A partir de janeiro, segurados do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) terão que fazer agendamento online para realizar a perícia no posto. Para a presidente do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP), Adriana Bramante, isso não quer dizer que os pedidos encaminhados dentro do prazo serão analisados sem o exame presencial. "Quem já está incapacitado para o trabalho pode fazer o pedido até o dia 31, enviando a cópia do relatório médico, mas se o perito responsável pelo processo avaliar que é necessário o comparecimento, o segurado vai ter que fazer o exame presencial", disse ela.

Os segurados devem apresentar laudo médico legível, essencial para a avaliação da incapacidade; possuir o número do CID (Classificação Estatística Internacional de Doenças), carimbo do médico, data e descrição sobre a doença e os sintomas que resultam na incapacidade laboral.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Objeto na Via Láctea como nada que os astrônomos já viram
Manhã na Clube: entrevistas com Dorgivânia Arraes (CRC-PE) e Fabi Soares, consultora de RH
Manhã na Clube: entrevistas com Augusto Coutinho (Solidariedade) e o psicólogo Carol Costa Júnior
Morre Olavo de Carvalho, considerado guru do bolsonarismo
Grupo Diario de Pernambuco