Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

TRANSPORTE PÚBLICO

Tecnologia verde é alternativa para baratear transporte público, diz Guedes

Publicado em: 29/11/2021 17:28

 (crédito: Reprodução / Foco do Brasil)
crédito: Reprodução / Foco do Brasil
O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta segunda-feira (29) que o ônibus elétrico da Marcopolo é uma “celebração do empreendedorismo brasileiro”. Segundo ele, a adoção de ônibus elétricos no país tem o potencial de baratear o preço do transporte coletivo.

A avaliação foi realizada na rampa do Palácio do Planalto junto com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), após reunião com representantes da Marcopolo, empresa do setor que apresentou ao governo justamente um protótipo da tecnologia. O compromisso não estava na agenda oficial. Antes disso, o presidente Jair Bolsonaro dirigiu um ônibus elétrico rumo ao Planalto.

"É uma celebração do empreendedorismo brasileiro. Tecnologia verde é transporte urbano de massa buscando baratear o preço e o acesso do trabalhador brasileiro, com esse aumento que está tendo de energia no mundo inteiro. É o Brasil reagindo com a tecnologia verde para tentar justamente derrubar o preço do transporte de massa", pontuou.

Guedes ainda afirmou, ao lado do chefe do Executivo, que o Brasil vive um processo de reindustrialização.

O secretário especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos da Costa, que também estava presente, atribuiu o suposto fenômeno a ações tomadas pelo governo. "A participação da indústria tem aumentado graças a políticas que esse governo implementou”, declarou.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Zuri: 11 anos, multiinstrumentista, compositor e prodígio da música faz campanha para comprar violão
Bolsonaro cancela visita à Guiana devido à morte de sua mãe
Manhã na Clube: entrevista com Padre Arlindo
Ômicron começa a recuar nos Estados Unidos
Grupo Diario de Pernambuco