Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

FUTURO

Evento online discute adoção de previdência privada

Publicado em: 23/11/2021 15:14

Programa %u201CFalando Seguro%u201D, idealizado pelo Sindicato dos Corretores de Seguros do Estado de Pernambuco, é transmitido ao vivo pelo Youtube (Foto: Pixabay/Reprodução)
Programa %u201CFalando Seguro%u201D, idealizado pelo Sindicato dos Corretores de Seguros do Estado de Pernambuco, é transmitido ao vivo pelo Youtube (Foto: Pixabay/Reprodução)

O Sindicato das Seguradoras Norte e Nordeste (Sindsegnne) recebe, nesta quarta-feira (24), às 19h30, em seu canal no Youtube, a sexta edição do programa “Falando Seguro”, idealizado pelo Sindicato dos Corretores de Seguros do Estado de Pernambuco (Sincor-PE). Com mediação de Mario Neto, âncora da rádio CBN Recife, o bate-papo irá debater o tema “Previdência Privada: a escolha e o momento certo é agora”.

Participam da conversa o presidente do Sincor-PE, Carlos Valle; o conselheiro do Sindsegnne, Junio Silva; Henrique Diniz, da Icatu Seguros; e o economista João Rogério Alves Filho. No encontro, vão debater sobre o contexto atual da economia e a possibilidade de adoção da previdência privada para determinado público.

“Este é um assunto importante e que está muito em voga no momento. E o final do ano é o período ideal para falar sobre o tema, pois é o prazo limite para as pessoas realizarem aportes em Previdência Privada com abatimento no próximo exercício do Imposto de Renda”, aponta Carlos Valle.

A transmissão ao vivo será aberta ao público. Para participar, basta acessar o canal do Sindsegnne no Youtube.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Alberto Feitosa (PSC), Márcia Horowitz e Andreia Rodrigues
Justiça por Beatriz: pais organizam peregrinação de 720 km para cobrar solução de assassinato
Pessoas que já tiveram covid podem adoecer novamente devido à ômicron
Reino Unido aprova mais um medicamento contra Covid-19
Grupo Diario de Pernambuco