Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

Descontos

Comércio espera alta nas vendas na Black Friday em Pernambuco

Publicado em: 08/11/2021 10:20

Descontos estarão nas plataformas online e também nas lojas físicas. (Foto: Ferreira Costa/Divulgação)
Descontos estarão nas plataformas online e também nas lojas físicas. (Foto: Ferreira Costa/Divulgação)

A última sexta-feira do mês de novembro é aguardada com expectativa pelos consumidores que têm algo na lista para ser comprado. É quando tradicionalmente acontece a Black Friday, neste ano marcada para o próximo dia 26. Apesar de um cenário econômico de inflação alta no país, que mexe com o bolso e o poder de compra dos brasileiros, o comércio em Pernambuco tem perspectivas positivas voltadas para a data que promete promover descontos especiais. 
 
Um dos aspectos positivos, que promete influenciar positivamente a expectativa neste ano para a data especial para o comércio, é o cenário bem diferente em relação ao do ano passado quando se trata da pandemia do coronavírus. Para José Luiz Muniz, presidente da Associação Pernambucana de Shopping Centers (Apesce), o momento é bastante favorável para o crescimento de vendas nos shopping centers, por haver um cenário de maior confiança dos lojistas e clientes, bem como do retorno dos eventos e da volta do fluxo normal.

As perspectivas para os centros de compras são positivas levando em consideração que em 2020, neste mesmo período, não havia vacina disponível e havia, ainda, restrições de horário e capacidade de público. O otimismo também se baseia, segundo o presidente da Apesce, pelo crescimento de 7,2% apresentado no trimestre encerrado em setembro, que foi o melhor dos últimos anos, segundo levantamento da Abrasce. Além de que os shoppings já entraram no clima de final de ano e estão com atrações voltadas para o Natal. 

"Sabemos que as vendas na Black Friday vão contribuir para um final de ano que deve trazer bons resultados. Esperamos que a movimentação se dê na data programada para a promoção, mas também nos dias que a antecedem. Estamos trabalhando com a expectativa que tenhamos vendas acima das realizadas em 2019, pois o comparativo com 2020 fica prejudicado", disse José Luiz Muniz, por meio de nota. No Shopping Guararapes, por exemplo, a expectativa é de crescer 15% sobre 2020.

Para o comércio de rua, as perspectivas também são positivas. "A vacinação cresceu, voltou a normalidade, apesar de a inflação estar grande e ainda existe uma incerteza em relação ao auxílio do governo federal. Mas, mesmo com o cenário positivo e negativo e de ainda não ter uma projeção, acredito que as vendas vão melhorar um pouco em relação ao ano passado", afirmou Fred Leal, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas do Recife (CDL-Recife).

Nivaldo Marques, gerente Geral de Compras da Ferreira Costa, também mostra confiança para a data. "O grupo cresceu 8% em 2020 sobre 2019 nas lojas físicas e o objetivo é vender igual ao ano passado. No final de 2020, a economia teve um aquecimento grande, devido ao consumo represado", ressaltou. Os descontos chegarão a 70% e começam no dia 11 nas unidades física. Porém, as vendas online devem ter incremento ainda maior. “Nossa expectativa para esta Black Friday é chegar a 30% de crescimento comparado ao ano passado”, garantiu Flávia Chiba, gerente de e-commerce da Ferreira Costa.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Teresa Leitão (PT/PE), Almir Mattias e Renata Berenguer
Laboratório anuncia teste para diferenciar o coronavírus da gripe A e B
Manhã na Clube: entrevistas com Alberto Feitosa (PSC), Márcia Horowitz e Andreia Rodrigues
Justiça por Beatriz: pais organizam peregrinação de 720 km para cobrar solução de assassinato
Grupo Diario de Pernambuco