Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

PORTO DIGITAL

Programa de transformação digital inicia expansão com 150 empresas pernambucanas

Publicado em: 13/10/2021 16:34

O anúncio foi realizado nesta quarta (13) quando a DigitalPE apresentou os resultados da fase piloto à ABDI e comunicou o início da próxima etapa do projeto (Foto: Porto Digital/Divulgação)
O anúncio foi realizado nesta quarta (13) quando a DigitalPE apresentou os resultados da fase piloto à ABDI e comunicou o início da próxima etapa do projeto (Foto: Porto Digital/Divulgação)

Nesta quarta-feira (13), o programa de transformação digital para micro, pequenas e médias empresas de Pernambuco DigitalPE foi anunciado como um dos três selecionados para a etapa de escala do edital Digital.BR, promovido pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). A rede pernambucana liderada pelo Porto Digital apresentou os resultados da fase piloto à ABDI e anunciou o início das ações da fase de escala.

Nesta próxima etapa, serão beneficiadas 150 empresas difusas entre os segmentos da indústria, comércio e serviços, localizadas na Região Metropolitana do Recife (RMR), Agreste e Sertão do São Francisco. Para isso, o DigitalPE  assinou um convênio com a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico. A Sedec investirá R$ 1,5 milhão ao projeto e a ABDI aportará igual valor,  totalizando R$ 3 milhões para a estruturação da rede em Pernambuco.

Na fase piloto, o DigitalPE apoiou 44 empresas de Recife, Caruaru e Petrolina, resultando em mais de 20 soluções digitais em fase de implementação até o momento. “Conseguimos resultados promissores na fase piloto. Agora queremos alcançar metas ainda maiores, tanto de produtividade quanto de maturidade digital dos empreendimentos. É um salto importante de inovação e de digitalização para as micro, pequenas e médias empresas de Pernambuco”, afirma Igor Calvet, presidente da ABDI.

“A transformação digital é uma realidade na economia brasileira; e tem sido ainda mais importante durante e após a pandemia que trouxe tantos desafios para as empresas. O DigitalPE é uma contribuição do ecossistema de inovação para promover um ambiente de negócios cada vez mais moderno e com grandes possibilidades de preparar o futuro empreendedor pernambucano”, aponta Pierre Lucena, presidente do Porto Digital, instituição líder do DigitalPE.

Além do convênio com o governo estadual, o DigitalPE vai estruturar uma plataforma que permita o matchmaking entre micro e pequenas empresas (MPEs) demandantes e startups/empresas provedoras de soluções tecnológicas. A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco também vai destinar um bônus tecnológico para as empresas que participam do projeto.

Matching e soluções digitais  
O atendimento às empresas da fase piloto do programa foi dividido em cinco ciclos nos temas de marketing e vendas, manufaturas, pessoas, logística e gestão administrativa. A rede utiliza uma metodologia de inovação aberta do Open Innovation Lab (OIL) do Porto Digital.

O empresário Renato Celso, da Lapon, uma empresa farmacêutica atendida pelo DigitalPE, afirmou que a orientação da equipe do DigitalPE está sendo essencial para a transformação digital da empresa. "Passamos pelo mundo analógico e vamos entrar agora em uma fase totalmente digital. O trabalho desse projeto dá certo pelo atendimento particular às empresas. Tratam cada uma da sua forma, mostrando o norte que cada uma deve seguir", explicou.

O DigitalPE reúne uma rede composta pelo Núcleo de Gestão do Porto Digital, Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco (SECTI), SEBRAE/PE, SOFTEX RECIFE, SENAI, Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (FIEPE), Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE) e Banco do Nordeste.

Para Fellipe Sabat, gestor do programa DigitalPE, a cooperação entre os parceiros tem sido enriquecedora. “Todas as instituições parceiras agregam e dão suas contribuições que trouxeram resultados bem interessantes. A gente espera que as empresas que participaram do nosso projeto sejam os nossos vendedores para que a gente consiga escalar e ampliar ainda mais o número de empresas que a gente vai impactar na etapa de escala", apontou.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Uso de máscara em locais abertos deixa de ser obrigatório no Rio
Manhã na Clube: entrevistas com o vereador Romero Jatobá (PSB), dr. Sérgio Paulo e Jaqueline Araújo
CPI aprova relatório que pede indiciamento de Bolsonaro
Manhã na Clube: entrevistas com Raul Henry, Gustavo Frigieiri e Vânia Besse
Grupo Diario de Pernambuco