Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

COMEMORAÇÃO

Dia das Crianças deverá movimentar R$ 206 milhões em Pernambuco, aponta CNC

Publicado em: 11/10/2021 09:30

De acordo com a Fecomércio-PE, expectativa é que maioria dos pernambucanos comemorem a data (Arquivo/Agência Brasil)
De acordo com a Fecomércio-PE, expectativa é que maioria dos pernambucanos comemorem a data (Arquivo/Agência Brasil)
Considerada a terceira data comemorativa mais importante para o varejo nacional, o Dia das Crianças deverá ajudar a aquecer a economia de Pernambuco neste final de ano. A data, que perde apenas para o Dia das Mães e para o Natal em volume de vendas, promete movimentar cerca de R$ 206,2 milhões no estado, de acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). No Brasil, a movimentação financeira deverá ser de R$ 7,43 bilhões. Caso a expectativa seja confirmada, o valor seria o maior desde 2015.

Como no último ano o setor registrou a menor movimentação financeira desde 2009, com um encolhimento de 11,3% no faturamento real em relação a 2019, o avanço expressivo para este ano é justificado pela fraca base comparativa de 2020. Neste ano, com a circulação de consumidores no varejo próxima ao volume que foi observado dias antes da decretação da pandemia de Covid-19, a expectativa é positiva. De acordo com a CNC, a perspectiva é que o aumento de 34% na circulação de consumidores desde o fim da segunda onda da crise sanitária, em abril, ajude a compensar os efeitos da inflação.

Para o presidente da entidade, José Roberto Tadros, o aumento no número de vacinados no país é fundamental para as expectativas positivas. “Nos momentos mais agudos da crise sanitária, o fluxo diário de consumidores chegou a cair 69% em relação ao nível considerado normal. Hoje, o varejo chega a uma data comemorativa tão importante do seu calendário, com a circulação de consumidores próxima à registrada antes da decretação da pandemia”, informou.

No entanto, o economista da CNC responsável pela pesquisa, Fabio Bentes, avaliou que os comerciantes podem encontrar dificuldades com os preços. “É muito difícil evitar repasses dos valores de bens e serviços ao consumidor final diante da inflação anualizada acima de 10%, segundo o IPCA-15.”, comentou.

INTENÇÃO DE COMPRA
Uma pesquisa realizada pela Fecomércio-PE para sondar a intenção dos consumidores pernambucanos quanto à comemoração do Dia das Crianças em 2021 apontou que a maioria dos consumidores pernambucanos pretende celebrar a data. Realizada entre os dias 27 de setembro e 5 de outubro, a “Sondagem de Opinião do Dia das Crianças 2021” ouviu 785 consumidores e 721 estabelecimentos do varejo e dos serviços de alimentação, nos principais pontos de fluxo do comércio da RMR, Agreste e Sertão.

O levantamento revelou que 66,5% dos consumidores da RMR pretendem comemorar de alguma forma a data. A maioria deles, 68,5%, pretende celebrar com a compra de presentes. Já outros 35,4% deverão comemorar realizando um encontro familiar em casa enquanto outros 27,9% deverão viajar ou fazer um passeio, enquanto a comemoração em restaurantes e lanchonetes deverá ser a programação de 12,3% dos consumidores. Como a pesquisa permite múltipla escolha, a soma das categorias ultrapassa 100%. 

Entre os que pretendem comprar presentes, a média será de dois itens, com gasto médio de R$ 357 por consumidor. Na faixa de renda familiar de 1 a 2 salários mínimos, o valor gasto deverá ser cerca de R$ 172, enquanto na faixa de mais de 10 salários mínimos, R$ 718. Como principal escolha para presentear, 54% dos consumidores apontaram brinquedos ou jogos não eletrônicos como primeira opção, seguidos de roupas (22,2%), calçados (7,2%) e jogos eletrônicos ou videogames (5,4%). 

Já para a comemoração em restaurantes e lanchonetes, foi estimado um gasto médio de R$ 140, ficando em R$ 97 na faixa de renda familiar de 1 a 2 salários mínimos e chegando a R$ 169 na faixa de renda familiar de mais de 10 salários.

ESTABELECIMENTOS
Entre os estabelecimentos do comércio varejista e os serviços de alimentação, apenas 5,9% das empresas informaram que pretendem contratar colaboradores temporários. Nos shoppings, a intenção é maior, 6,5%. Em média, esses estabelecimentos deverão contratar 4 pessoas. No entanto, a maioria dos estabelecimentos, 61,8%, apontaram a intenção de realizar estratégias para as vendas no período de Dia das Crianças. 

Sobre a expectativa para as vendas, 73,4% dos comerciantes pernambucanos esperam vendas maiores em 2021, com expectativas maiores nos estabelecimentos dos shoppings (79,6%), sobretudo entre os lojistas do varejo. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Uso de máscara em locais abertos deixa de ser obrigatório no Rio
Manhã na Clube: entrevistas com o vereador Romero Jatobá (PSB), dr. Sérgio Paulo e Jaqueline Araújo
CPI aprova relatório que pede indiciamento de Bolsonaro
Manhã na Clube: entrevistas com Raul Henry, Gustavo Frigieiri e Vânia Besse
Grupo Diario de Pernambuco