Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

PETRÓLEO

Petróleo registra nova alta e Brent chega a US$ 80,00 nesta terça

Publicado em: 28/09/2021 18:55

 (Foto: Reprodução/Pixabay)
Foto: Reprodução/Pixabay
O preço do petróleo teve mais uma alta nesta terça-feira (28). O petróleo tipo Brent chegou a casa de US$ 80 por barril, o maior valor em três anos. Só em setembro, o custo do recurso apresentou alta de 9%. A cotação do Brent serve como referência para os mercados europeus e asiáticos. 

Por volta de 10h40, no horário de Brasília, o contrato de novembro do petróleo tipo Brent subia 0,69%, com o barril cotado a US$ 80,08. Já o do tipo WTI, para o mesmo mês, avançava 1,05%, negociado a US$ 76,24, o barril. O WTI é a principal referência do mercado americano.

As altas dos preços acontecem em meio a incertezas com o fornecimento global de energia. Com a pandemia, a demanda global por petróleo diminuiu, assim, as empresas de energia retiraram grandes quantidades do recurso dos estoques. O que acabou mudando com a retomada da economia a partir do início da vacinação. Na última sexta (24/9), os preços do petróleo já tinham subido pela terceira semana consecutiva para uma máxima de quase três anos.

Hoje, por volta das 15h, a subida perdeu força. O Brent cedia -0,80% e estava sendo negociado por US$ 78,10 o barril. Enquanto o tipo WTI cedia -0,57% e era negociado por US$ 75,00 por barril.

Ações da Petrobras
O movimento refletiu nos papéis da Petrobras. As ações da petroleira chegaram a avançar mais de 2% no início do dia. Por volta de 12h55, as ações ordinárias da Petrobras (PETR3, com direito a voto) ainda tinham alta de 0,64%; as preferenciais (PETR4, sem direito a voto) apresentavam subida de 0,64% e as preferenciais (PETR4, sem direito a voto), crescimento de 0,77%. Contudo, ao longo da sessão, os ativos da estatal zeraram a alta.

Na última segunda-feira (27), a Petrobras anunciou em uma coletiva que não haverá mudança na política de preços atualmente adotada, mesmo com eventuais pressões políticas. Já nesta terça, foi anunciado um reajuste do preço do diesel para distribuidoras após 85 dias.

O presidente da estatal, Joaquim Silva e Luna, e diretoria afirmaram que, no caso do preço do litro da gasolina, a participação da estatal não passa de R$ 2.

De acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o preço da gasolina já avançou 39,05% nos últimos doze meses.

Resposta do Congresso
O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou nesta terça-feira (28) que vai se reunir com outros parlamentares para debater alternativas para redução do preço dos combustíveis. Mais tarde ele comentou o caso no Twitter. Confira:


Lira também cobrou ações do diretor da petroleira. “O diretor da Petrobras, Cláudio Mastella, diz que estuda com ‘carinho’ um aumento de preços diante desse cenário. Tenho certeza que ele é bem pago para buscar outras soluções que não o simples repasse frequente”, escreveu Lira.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Destaque do Náutico, meia Jean Carlos completa 100 jogos com a camisa alvirrubra
Baixas na equipe de Guedes
Trump anuncia planos para lançar nova rede social
Manhã na Clube: entrevistas com Teresa Leitão (PT), Fernandes Arteiro e José Teles
Grupo Diario de Pernambuco