Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

BENEFÍCIO PRORROGADO

Mandetta sobre auxílio emergencial: 'Insuficiente agora e para o futuro'

Publicado em: 05/07/2021 20:55

 (O ex-ministro da Saúde criticou o governo Bolsonaro pela falta de política pensada para combater a pobreza a longo prazo. Foto: Isac Nóbrega/PR
)
O ex-ministro da Saúde criticou o governo Bolsonaro pela falta de política pensada para combater a pobreza a longo prazo. Foto: Isac Nóbrega/PR
O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta se pronunciou sobre o auxílio emergencial, prorrogado por mais três meses nesta segunda-feira (5). Ele criticou a falta de estratégia do governo Bolsonaro a longo prazo para combater a pobreza.

“A inflação está pesando demais no bolso dos mais pobres. A realidade é cruel. Apenas prorrogar o auxílio emergencial é amplamente insuficiente. É insuficiente para agora e é insuficiente para o futuro. Cadê as políticas de longo prazo de combate à pobreza?”, escreveu.

O auxílio varia de acordo com a composição familiar, com parcelas que vão de R$ 150 a R$ 375 por mês.



O benefício contempla cerca de 39,1 milhões de brasileiros, e a última parcela estava prevista para julho.

De acordo com o Palácio do Planalto, agora a extensão será possível porque Bolsonaro também editou uma medida provisória que abre crédito extraordinário para o Ministério da Cidadania. A pasta é responsável pelos pagamentos.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com prefeito João Neto (PL), dra Tamires Sales e advogado Rômulo Saraiva
Manhã na Clube: entrevistas com Chico Kiko, Diego Pascaretta e Rômulo Saraiva
Domitila, artivista e recifense que está entre as selecionadas do Miss Alemanha 2021
Terceira dose de vacina anticovid começa a ser aplicada em Israel para aumentar imunidade
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco