Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

BANCO CENTRAL

Indicada à diretoria do BC assume compromisso com controle da inflação

Publicado em: 06/07/2021 18:09

 (Fernanda Guardado teve o nome aprovado pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado. Plenário da Casa pode votar a indicação dela nos próximos dias. Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)
Fernanda Guardado teve o nome aprovado pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado. Plenário da Casa pode votar a indicação dela nos próximos dias. Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado
Senadores podem deliberar, já na próxima sessão deliberativa do plenário da Casa, nesta quarta-feira (7), sobre a indicação da economista Fernanda Magalhães Rumenos Guardado para o cargo de diretoria colegiada do Banco Central (BC). A atual economista-chefe do Banco Bocom BBM, foi sabatinada, na noite de segunda (5), pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), e teve 16 dos 27 votos dos senadores que compõem o comitê.

Fernanda Guardado foi indicada à diretoria de Assuntos Internacionais e Riscos Corporativos do BC pelo presidente Jair Bolsonaro e atual presidente do BC Roberto Campos Neto, em março, após Fernanda Nechio renunciar ao cargo, por motivos pessoais. A última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) já ocorreu sem a presença de Nechio.

A economista é a primeira indicada do BC "autônomo", como reforçou o senador Esperidião Amin (PP-SC). Após a sabatina pela CAE, Fernanda Guardado agradeceu a Bolsonaro, a Campos Neto, à imprensa e aos senadores, e assumiu compromisso com o controle da inflação e demais "valores do BC".

"Caso a indicação seja confirmada apelo plenário do Senado Federal, me comprometo a aplicar com perseverança meus conhecimentos e experiência profissional na execução de política monetária e no conjunto dos desafios do BC do Brasil, e contribuir com os demais integrantes da diretoria colegiada no cumprimento da missão de garantir a estabilidade do poder de compra da moeda, zelar pelo sistema financeiro sólido, eficiente e competitivo, e fomentar o bem estar econômico da sociedade", disse Guardado, aos senadores.

Mercado de trabalho
De acordo com a indicada à diretoria do BC, as metas de inflação determinadas pelo Conselho Monetário Nacional, nos últimos anos, vêm sendo perseguidas com sucesso e, apesar da pandemia de coronavírus, os indicadores mais recentes têm mostrado elevação.

"Usando as bandas em torno da meta, o BC consegue acomodar choques de preços inesperados e evitar volatilidade excessiva na economia. Os indicadores, de fato, têm surpreendido para cima, e isso, sem dúvida, mostra uma resiliência maior da economia ao longo da pandemia", disse à CAE.

Para Guardado, à medida que o processo de vacinação avance no país e a crise sanitária seja amenizada, o impacto sobre empregos deverá aparecer de maneira mais clara, e o mercado de trabalho ganhará mais força.

"Esse crescimento é desigual entre os setores, mas é muito provável vermos um ritmo de recuperação dos indicadores de mercado de trabalho mais forte", afirmou a indicada à diretoria.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Terceira dose de vacina anticovid começa a ser aplicada em Israel para aumentar imunidade
Manhã na Clube: entrevistas com coronel Luiz Meira (PTB), Regina Sales e Maria Dulce
Manhã na Clube: entrevistas com José Maria Eymael, Rodrigo Floro e Chico Kiko (PP)
Leão se afasta de parque onde vive solto e assusta moradores de cidade africana
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco