Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

PLANO DE CONVIVÊNCIA

Bares e restaurantes ganham flexibilizações em novo decreto

Por: Iris Costa

Publicado em: 14/07/2021 18:14 | Atualizado em: 14/07/2021 20:00

A secretária Ana Paula Vilaça também anunciou o aumento da lotação de eventos sociais como aniversários e casamentos
 (Foto: Hélia Scheppa/SEI)
A secretária Ana Paula Vilaça também anunciou o aumento da lotação de eventos sociais como aniversários e casamentos (Foto: Hélia Scheppa/SEI)

Em mais uma coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira (14) a secretária executiva de Desenvolvimento Econômico, Ana Paula Vilaça, anunciou que a partir da próxima segunda-feira (19) está liberada a música ao vivo em bares e restaurantes de todo o estado. Além disso, foi aumentado em uma hora o horário de funcionamento do setor em feriados e fins de semana. Eventos sociais agora poderão ter público de até 100 pessoas, o dobro da lotação estipulada anteriormente.

Segundo Ana Paula, as novas flexibilizações atendem pedidos antigos do setor e são justificadas pelo momento sanitário que estamos enfrentando, marcado pela queda no número de pacientes internados em leitos de UTI, além do avanço da vacinação por todo o estado. No entanto, seguem proibidos os espaços destinados para dança, a fim de evitar aglomerações e manter o distanciamento. 

Aos fins de semana e feriados, bares e restaurantes terão uma hora a mais de funcionamento. Na prática, estabelecimentos da Macrorregião em Saúde I, que engloba o grande Recife, parte do Agreste e Zona da Mata, poderão funcionar até as 23h nesses dias específicos. Nas Macrorregiões II, III e IV o horário limite é 22h.

Segundo a secretária executiva de Desenvolvimento Econômico, Ana Paula Vilaça, no caso específico dos eventos sociais e buffets, que englobam aniversários, batizados, casamentos e formaturas, por exemplo, o número de pessoas permitido vai aumentar de 50 para 100, ou 30% da capacidade do local, o que for menor. “Apesar dessas medidas de flexibilização, precisamos manter os cuidados e a atenção máxima no cumprimento dos protocolos. Essa é uma fase essencial para que a economia não precise sofrer novas restrições. Além disso, vai ser muito importante a observação nesses próximos dias para que possamos avançar ainda mais nas flexibilizações”, apontou Ana Paula.

Repercussão
Para a presidente da Associação Brasileira de Empresas de Eventos em Pernambuco (Abeoc-PE), Tatiana Marques, as novas medidas além de ajudarem na retomada dos setores envolvidos, são um bom termômetro para começar a pensar em médio-longo prazo. “A ampliação do limite de pessoas nos eventos sociais foi um grande passo, isso significa dobrar o que estava sendo feito até agora. O fato de poder ter música ao vivo, mesmo no tipo voz e violão, é um avanço que deixa a sensação de evolução. Já estava mais do que na hora de isso acontecer”, comenta Tatiana.

A presidente da Abeoc também comemorou o diálogo constante entre os setores e o governo estadual. “A volta da música ao vivo foi, inclusive, o que nós pedimos na reunião realizada na última quarta-feira, há uma semana, no palácio do governo. Solicitamos que ao ampliar a capacidade dos eventos sociais, fosse permitida a volta da música ao vivo. Felizmente fomos ouvidos, vamos ver agora como progrediremos daqui pra frente”, completou Tatiana Marques.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com o prefeito João Campos (PSB) e o governador Paulo Câmara (PSB)
De origem humilde, potiguar Ítalo Ferreira é o primeiro ouro do Brasil em Tóquio
Manhã na Clube: entrevistas com Ubiracé Elihimas e Frederico Belfort
Manhã na Clube: entrevista com o médico geriatra Marcelo Cabral
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco