Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

PESQUISA

Pernambuco tem a menor retração do país no consumo entre as classes C e D

Publicado em: 04/05/2021 13:45 | Atualizado em: 04/05/2021 13:54

Gastos com supermercado representaram a maior das despesas da classe C e D em Pernambuco (Andréa Rêgo Barros/PCR)
Gastos com supermercado representaram a maior das despesas da classe C e D em Pernambuco (Andréa Rêgo Barros/PCR)
Durante o mês de março, Pernambuco foi o estado brasileiro que registrou a menor retração no nível de consumo das classes C e D. De acordo com a Pesquisa de Hábitos de Consumo das Classes C e D, realizada pela fintech Superdigital, o recuo no estado foi de 0,1%, se aproximando da estabilidade. No Brasil, a queda foi, em média, de 4% durante o mesmo período. 

Com relação ao Nordeste, este é o segundo mês que Pernambuco apresenta o melhor desempenho da região entre os estados pesquisados. Enquanto isso, Ceará e Bahia registraram um recuo de 1% e 10%, respectivamente. Em média, a queda do consumo do Nordeste foi de 4%. Nas regiões Norte e Sul, o declínio foi de 1%. O maior recuo foi registrado no Sudeste, com retração de 6%. 

De acordo com Luciana Godoy, CEO da Superdigital no Brasil, os resultados da pesquisa podem ser relacionados com a maior permanência das famílias em casa, por conta do aumento das medidas restritivas em boa parte do Brasil. “Podemos perceber que, além da sensível queda, houve uma mudança na forma de consumo, com uma migração relevante para itens mais necessários em casa e compras online”, afirmou.

A pesquisa também aponta uma tendência de mudança nos hábitos de consumo dos brasileiros, com aumento das compras online, que atingiram o maior volume deste ano, representando 26% do volume total. Em Pernambuco, a modalidade foi responsável pela maioria do consumo com diversão e entretenimento (92%), telecomunicação (77%) e transportes (61%). 

No estado, os gastos com supermercado representaram a maior das despesas da classe C e D, com 43% do total. O número representa um aumento de 4% em comparação com o mês de fevereiro. Também subiram os gastos com automóveis e veículos (76%), rede online (51%) e diversão e entretenimento (44%). “Se detalharmos cada segmento, entenderemos mais os efeitos gerados do isolamento social. Por exemplo, o que apresentou grande aumento nos gastos em diversão e entretenimento foi a aquisição de jogos online”, explicou a executiva.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Imunização para gestantes começa a ser liberada, mas ainda gera dúvidas
Resumo da semana: briga por terceira via em 2022, adeus a Paulo Gustavo e vacinação de gestantes
ONU pede  investigação independente sobre chacina no Rio
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 07/05
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco