Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

FRANQUIA

Mercado pernambucano atrai a Prudential, líder em seguro de vida

Publicado em: 31/05/2021 21:51 | Atualizado em: 31/05/2021 22:17

 (Prodoscimi afirma que o Recife demonstrou ser a capital mais promissora para a a expansão da empresa no Nordeste. Foto: Prudential do Brasil/Divulgação)
Prodoscimi afirma que o Recife demonstrou ser a capital mais promissora para a a expansão da empresa no Nordeste. Foto: Prudential do Brasil/Divulgação
As incertezas vividas pelos brasileiros durante a pandemia da Covid-19 aumentou o número de pessoas que buscam por seguros no país. De acordo com a Superintendência de Seguros Privados (Susep), o setor arrecadou mais de R$ 71 bilhões durante os três primeiros meses de 2021, uma alta de 9,9% em relação ao mesmo período de 2020. E Pernambuco acompanhou o crescimento, atraindo novas seguradoras, como a Prudential do Brasil, a maior seguradora independente do país no mercado de seguros de pessoas.

Na busca por segurança diante de imprevistos, como o da pandemia, a procura por seguros de vida foi destaque no mercado. Com um faturamento de R$ 11,8 bilhões no primeiro trimestre do ano, o setor se consolidou como o segmento de maior participação no mercado, ultrapassando os seguros de automóveis. Em 2020, a receita dos produtos para pessoas, que contempla o seguro de vida, chegou a R$ 45,4 bilhões, e o de automóveis, R$ 35,3 bilhões, segundo a Susep.

Em Pernambuco, a Covid-19 mudou comportamentos. Enquanto no Brasil, no primeiro trimestre do ano passado, época do início da pandemia, a alta na venda de seguros de vida ficou de 4,9%, o estado anotou um avanço de 7,8%. “Agora, as pessoas entendem que imprevistos podem acontecer. Além disso, no ano passado, muitas operadoras realizaram a indenização por morte, apesar de não estarem obrigadas a fazer isso durante o momento de pandemia. Isso trouxe mais confiança para a população”, afirmou o presidente do Sindicato dos Corretores de Seguros do estado, Carlos Valle.

Com 31 instalações no país, nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Brasília e Goiás, a Prudential do Brasil percebeu o potencial do segmento em Pernambuco. No mês passado, ela abriu os primeiros dois pontos de apoio no estado, do tipo franquia. Eles ficam no Recife, bairro da Ilha do Leite. Ao menos dois números impulsionaram a escolha pela capital pernambucana. Um, o market share da empresa no estado, de 16% no estado. Dois, o crescimento de seus negócios no solo Pernambuco no ano passado, de 28%.

O vice-presidente comercial da Prudential, Rodrigo Prosdocimi, aponta que outros fatores também influenciaram na decisão. “Levamos em consideração a densidade demográfica e nossa penetração na praça, por exemplo. Recife demonstrou ser a capital mais promissora para iniciarmos a expansão no Nordeste”, afirmou ele.

FATURAMENTO
Em 2020, a Prudential faturou cerca de R$ 25 milhões no segmento individual do mercado de seguros de pessoas em Pernambuco. Por trás da cifra existe uma rede de cerca de 1,5 mil corretoras franqueadas e mais de 2,6 milhões de vidas seguradas. A meta da empresa é dobrar o número de franqueadas em cinco anos no Brasil, onde 15% da população tem seguro de vida, e ampliar o faturamento. Em todo o país, no ano passado, a empresa faturou um montante recorde, de R$ 3,3 bilhões, considerando os segmentos individual e grupo.

A chegada ao Recife, segundo a empresa, pode representar apenas o início para o início da expansão regional. “Com um ou dois anos, podemos avaliar o crescimento do nosso pessoal e instalarmos outros pontos em alguma capital”, concluiu o vice-presidente.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Diabetes: saiba como evitar e controlar antes que seja tarde
Manhã na Clube: entrevistas com Túlio Gadêlha, Beatriz Paulinelli e Guilherme Maia
Advogado de enfermeira afirma que Maradona foi morto
Manhã na Clube: entrevistas com Décio Padilha, Adriana Barros e Roseana Diniz
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco