Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

MOVIMENTAÇÃO

Banco do Brasil muda mais duas vice-presidências

Publicado em: 30/04/2021 22:52

 (Foto: Fernando Bizerra/Agência Senado)
Foto: Fernando Bizerra/Agência Senado
O Banco do Brasil (BB) anunciou mais mudanças nas vice-presidências da instituição. É que os vice-presidentes de Controles Internos e Gestão de Riscos, Carlos Renato Bonetti, e de Negócios de Atacado, Bernardo de Azevedo Silva Rothe, renunciaram.

Em comunicado ao mercado publicado nesta sexta-feira (30), o Banco do Brasil informou que Bonetti e Rothe renunciaram por motivo de aposentadoria. A instituição ainda publicou a indicação de Ana Paula Teixeira de Sousa para a vice-presidência de Controles Internos e Gestão de Riscos e de João Carlos de Nobrega Pecego para a vice-presidência de Negócios de Atacado.

Ana Paula Sousa e João Carlos Pacego são funcionários de carreira do Banco do Brasil. Ela ocupa a diretoria de Controles Internos e Compliance da instituição deste 2019, mas também já atuou como diretora Comercial e de Produtos da BB DTVM, diretora-Presidente da Bescval, gerente executiva de Risco de Crédito e gerente executiva de Risco de Mercado e Liquidez da Diretoria de Gestão de Riscos do BB.

Já o indicado para a vice-presidência de Negócios de Atacado atua como diretor do Banco Latino Americano de Comércio Exterior (Bladex) desde 2010. Ele também já comandou o Banco Patagônia e, no Banco do Brasil, foi gerente regional para a América Latina, superintendente comercial para os estados do sul do Brasil e gerente executivo de Project e Corporate Finance.

O BB ressaltou, contudo, que as indicações apenas "iniciam o processo de aprovação nas instâncias competentes de governança do BB com vistas à eleição pelo Conselho de Administração". Ana Paula Sousa e João Carlos Pacego, portanto, ainda precisam ser confirmados vice-presidentes do BB.

Mais trocas
Com essas mudanças, já são quatro as vice-presidências alteradas na gestão de Fausto Ribeiro Neto, que assumiu o comando do Banco do Brasil no início do mês. Ribeiro foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro depois que André Brandão deixou o cargo por divergências com o Planalto e já havia demonstrado a intenção de montar a própria equipe.

Como mostrou o Blog do Vicente, o novo presidente do BB gostaria de mudar seis dos sete-vice presidentes da instituição. A ideia era manter apenas o vice-presidente de varejo, Carlos Motta. E vem sendo executada. É que, além de Bonetti e Rothe, outros dois vice-presidentes também já renunciaram na gestão Ribeiro.

Uma semana após a posse do novo presidente do BB, o então vice-presidente de Gestão Financeira e de Relações com Investidores, Carlos José da Costa André, renunciou por motivo de aposentadoria, e o então vice-presidente corporativo do BB, Mauro Ribeiro Neto, renunciou por motivos pessoais. Costa foi substituído por José Ricardo Fagonde Forni e Ribeiro por Ênio Mathias Ferreira. As indicações foram aprovadas pelo Conselho de Administração do BB na segunda-feira (26).

O Conselho de Administração do BB, por sinal, também está passando por alterações. Como alguns conselheiros renunciaram após a saída de Brandão, a nova formação do colegiado foi eleita nesta semana. Agora, integram o Conselho do BB o presidente do banco, Fausto Ribeiro Neto; o ex-secretário de Fazenda e agora assessor especial do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues; os conselheiros indicados pelo governo, Aramis Andrade, Iêda Cagni e Walter Ribeiro; os conselheiros indicados pelos acionistas minoritários, Paulo Evangelista e Rachel Maia; e a conselheira indicada pelos funcionários, Débora Fonseca. O presidente do conselho será definido na próxima semana.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
De 1 a 5: dicas para destravar sua criatividade e ampliar a percepção
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 10/05
Gil do Vigor é recebido com festa da população e honraria em Paulista
Imunização para gestantes começa a ser liberada, mas ainda gera dúvidas
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco