Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

Imóveis residenciais

Recife tem segunda maior alta do valor do aluguel do país em janeiro

Publicado em: 18/02/2021 08:02 | Atualizado em: 17/02/2021 18:36

 O crescimento foi de 0,88% na capital pernambucana, atrás apenas do registrado em Salvador, que foi de 1,18% (Foto: Peu Ricardo/Arquivo DP)
O crescimento foi de 0,88% na capital pernambucana, atrás apenas do registrado em Salvador, que foi de 1,18% (Foto: Peu Ricardo/Arquivo DP)

O Recife teve a segunda maior alta no preço do aluguel residencial entre as capitais brasileiras analisadas pelo Índice FipeZap em janeiro. O crescimento foi de 0,88%, atrás apenas do registrado em Salvador, que foi de 1,18%. As duas capitais nordestinas apresentaram incremento acima da média nacional, de 0,21%. No acumulado do ano, o aluguel no Recife teve alta de 4,84%, a quarta maior entre as capitais brasileiras, atrás de Goiânia (6,86%), Belo Horizonte (6,57%) e Salvador (5,63%). O resultado da capital pernambucana nesta comparação também é mais elevada do que a média nacional, que foi de 2,31%. 

Em relação ao preço do aluguel, o Recife apresentou o terceiro maior valor, com o metro quadrado custando R$ 31,94 em janeiro. São Paulo teve o maior valor médio do metro quadrado, com R$ 40,01, seguido de Brasília, com R$ 32,28. Entre os bairros da capital pernambucana, o preço do metro quadrado mais caro para aluguel foi a Ilha do Leite, custando R$ 47,03. Pina (R$ 45,23), Parnamirim (R$ 35,98), Boa Viagem (R$ 35,84) e Rosarinho (R$ 35,37) completam a lista dos locais mais caros. Já os mais baratos foram Ilha do Retiro (R$ 15,01), Cordeiro (R$ 15,41), Iputinga (R$ 15,50), Várzea (R$ 17,27) e Boa Vista (R$ 19,82). 

Quanto à rentabilidade do aluguel, o Recife teve o maior resultado de retorno médio do aluguel residencial entre as capitais analisadas pelo Índice FipeZap, com alta de 6,08%, bem acima da média nacional, que foi de 4,69%. A rentabilidade do aluguel mede a razão entre o preço médio de locação e o valor médio de venda dos imóveis, resultado importante para o investidor que optar em adquirir um imóvel para ter renda com aluguel ao longo do tempo. O indicador avalia a atratividade do mercado imobiliário em relação a outras opções disponíveis para os investidores. 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Combate à obesidade ganha ainda mais importância no contexto da pandemia
Resumo da semana: explosão de casos de Covid-19 e desdém do presidente
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 05/03
Na pior fase da pandemia, cidades fazem panelaço contra Bolsonaro
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco