Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

Acumulado do ano

Indústria de Pernambuco tem melhor desempenho do país em 2020

Publicado em: 09/02/2021 20:12

Crescimento da produção industrial do estado fechou o ano passado com alta de 3,7%. (Foto: Miguel Angelo/CNI/Divulgação)
Crescimento da produção industrial do estado fechou o ano passado com alta de 3,7%. (Foto: Miguel Angelo/CNI/Divulgação)
 
A produção industrial de Pernambuco teve queda de 2,9% em dezembro em relação a novembro, o segundo recuo consecutivo. Além disso, o resultado é o terceiro pior entre as 15 cidades analisadas pelo IBGE, atrás do Amazonas (-3,7%) e Bahia (-4%). Apesar do resultado negativo na passagem mensal, o estado fechou 2020 com saldo positivo, mesmo com os impactos da pandemia do coronavírus. No acumulado do ano, o crescimento foi de 3,7%, o maior do país. Apenas outros dois estados brasileiros tiveram saldo positivo: Rio de Janeiro (0,2%) e Goiás (0,1%), no entanto considerados na estabilidade. Já a média nacional teve queda de 4,5%. Os dados são da Pesquisa Industrial Mensal, divulgada pelo IBGE. 

A produção industrial pernambucana foi puxada, no acumulado ano, pela fabricação de produtos de borracha e de material plástico, que teve crescimento de 11,5%, e de fabricação de produtos alimentícios, que apresentou alta de 9,7%. Ambos os setores foram bastante demandados durante a pandemia. "Se avaliarmos os dados isoladamente, vemos que essa alta de produtos oriundos do plástico aconteceu em razão do aumento da demanda de delivery e das vendas online; do setor de alimentos, que, considerado essencial, também foi bastante impulsionado pela safra do segundo semestre da cana-de-açúcar, responsável por mobilizar toda uma cadeia; e de bebidas", avaliou Cézar Andrade, economista da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe).

O estado ainda teve desempenho positivo em dezembro, na comparação com o mesmo mês de 2019, com alta de 8,3%. O resultado foi um pouco acima da média nacional, de 8,2%. No estado, nesta comparação, 11 dos 12 setores industriais apresentaram crescimento, com destaque para Fabricação de equipamentos de transporte, exceto veículos automotores, com aumento de 125,3%, e pelo de metalurgia, com alta de 10,2%. "Ambos influenciados pelo retorno do funcionamento do Estaleiro Atlântico Sul, que está, neste momento, com as atividades voltadas à manutenção de navios", disse Andrade. Também nesse mesmo intervalo o setor de Fabricação de produtos de borracha e de material plástico pontuou um bom desempenho, crescendo 20,4% em razão do crescimento das vendas online.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
PIB brasileiro tem queda expressiva de 4,1%
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 03/03
Secretários estaduais de Saúde pedem mais rigor nas medidas de restrição contra Covid-19
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 02/03
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco