Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

Movimento

Caminhoneiros não aderem à paralisação em Pernambuco

Publicado em: 01/02/2021 12:58 | Atualizado em: 01/02/2021 13:03

Segundo a PRF, não há pontos de bloqueios nas estradas federais no estado. (Foto: PRF/Divulgação)
Segundo a PRF, não há pontos de bloqueios nas estradas federais no estado. (Foto: PRF/Divulgação)

Os caminhoneiros confirmaram uma nova paralisação nacional para esta segunda-feira, mas não haverá adesão em Pernambuco. Segundo Marconi França, líder de forma independente do movimento dos caminhoneiros autônomos no estado, houve um comunicado para suspender a paralisação em Pernambuco desde o domingo. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), não houve nenhum ponto de bloqueio nas estradas federais de Pernambuco e o trânsito flui normalmente.

"Pernambuco não está fazendo parte do movimento, no Brasil há poucos pontos. Existe muita politicagem por trás, então mandei suspender desde ontem (domingo). Quando vimos que o movimento não ia pegar força e que se tratava de politicagem, não aderimos. A gente não envolve política no nosso movimento, então entramos no consenso para desmobilizar. A única bandeira que a gente levanta é a nossa", justificou Marconi França.

Movimentação

No último sábado, o presidente Jair Bolsonaro pediu que os caminhoneiros não realizassem a paralisação, que, segundo ele, todo mundo perderia com a greve, "todo o Brasil". Mas o movimento foi mantido mesmo assim.

Na pauta da paralisação está a reclamação em torno do alto preço dos combustíveis, além de os caminhoneiros serem contra a política da Petrobras que se baseia na paridade dos preços internacionais. Eles também questionam os valores baixos dos fretes e o descumprimento da lei que prevê o piso mínimo dos fretes, que terá a constitucionalidade analisada pelo STF. Os caminhoneiros ainda pedem alterações na BR do Mar, marco regulatório do transporte marítimo que incentiva a cabotagem, e melhores condições de trabalho.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Doença da urina preta: síndrome rara pode levar à UTI
Resumo da semana: toque de recolher em PE, suspeitas de síndrome rara  e vacina aprovada
Atividades não essenciais proibidas em Pernambuco todo das 22h às 5h
Unicap inova em plena pandemia e transforma centros acadêmicos em escolas
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco