Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

Online

Evento gratuito discute a proteção de informações no Dia da Privacidade de Dados

Publicado em: 26/01/2021 14:43 | Atualizado em: 26/01/2021 14:55

Lei Geral de Proteção de Dados entrou em vigor no ano passado no Brasil. (Foto: The Digital Way/Pixabay)
Lei Geral de Proteção de Dados entrou em vigor no ano passado no Brasil. (Foto: The Digital Way/Pixabay)

Na próxima quinta-feira, dia 28, é celebrado o Dia Internacional da Privacidade de Dados. No Brasil, a Lei Geral de Proteção de Dados entrou em vigor no ano passado e vem trazendo uma nova ótica sobre a proteção dos dados pessoais e a responsabilidade sobre sua gestão por parte das empresas. Para marcar a data e debater o tema, um webinar gratuito, realizado pela HSBS, do Grupo Nagem, vai reunir especialistas de tecnologia e de direito na próxima quinta, às 19h. 

O potencial transformador da LGPD estará entre os temas, mas, para além disso, o objetivo do evento online é conscientizar sobre a importância da privacidade dos dados e estimular as empresas a serem mais responsáveis com essas informações. Antônio Barros, sócio-gerente e diretor de compliance da HSBS, Júlia Medeiros, advogada e especialista em Direito Digital, e Wandercy Fonseca, especialista em segurança da informação, estão entre os palestrantes. 

O evento será via plataforma Microsoft Teams e contará com certificado de participação. As inscrições podem ser feitas no Sympla, através do link https://bit.ly/diadaprivacidade.

DATA
A data suscita o debate sobre a importância da proteção de dados, mas reforça a atenção que a lei precisa ter. "No Brasil, passamos a dar a devida atenção de uns de 10 anos para cá. Nossa LGPD tem pouco mais de 2 anos, mas somente há pouco menos de 6 meses passou a valer de verdade. Ainda há um longo caminho de conscientização pela frente", afirma o advogado Ednaldo Almeida.

Para ele, a legislação regulamenta o tratamento que é dado às informações de pessoas colhidas por parte de empresas, especialmente na internet. “Desde a coleta até a classificação, o processamento, o armazenamento, e principalmente a utilização e a transferência. É o caso dos dados informados por você para abrir uma conta de e-mail ou utilizar as redes sociais, por exemplo", finaliza.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Covid longa preocupa OMS e desperta desafios
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 25/02
Bolsonaro diz não ter briga com a Petrobras
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 24/02
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco