Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

Máscara para Todos

Edital para credenciar empresas para aquisição de mais um milhão de máscaras

Publicado em: 30/12/2020 12:20

Máscaras devem ter selo de qualidade que atesta o padrão em conformidade do reconhecimento do NTCPE. (Foto: SDEC/Divulgação)
Máscaras devem ter selo de qualidade que atesta o padrão em conformidade do reconhecimento do NTCPE. (Foto: SDEC/Divulgação)

Com o novo aumento no número de casos do coronavírus em Pernambuco, o programa Máscara para Todos será retomado pelo Governo de Pernambuco. O edital para esta segunda etapa será lançado no dia 8 de janeiro para a aquisição de até um milhão de máscaras de tecido reutilizáveis a serem distribuídas para a população em ações educativas e de fiscalização. Empresas produtoras de confecções de todo o estado poderão se credenciar e, para que o programa atenda fabricantes de todos os portes, os lotes adquiridos vão variar de 20 mil a 100 mil peças. Além de ajudar no combate à pandemia, a compra será feita entre janeiro e fevereiro, meses que as vendas do setor de confecções estão mais baixas, podendo injetar entre R$ 3 milhões e R$ 4 milhões de recursos na economia pernambucana. 

"No primeiro momento, foram credenciadas 100 confecções, com foco maior no Polo de Confecções do Agreste, de Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe e Toritama. O resultado foi a aquisição de um milhão de máscaras. Agora que o nível de contágio está subindo, estamos retomando o programa para adquirir mais um milhão de unidades. Estamos remodelando as máscaras e vamos abrir novo credenciamento. As aquisições vão acontecer em janeiro e fevereiro, período de vendas baixas, o que deve injetar entre R$ 3 milhões e R$ 4 milhões na economia estadual", disse Roberto Abreu, secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco em exercício.

As máscaras serão adquiridas das empresas que tenham o selo de qualidade que atesta o padrão em conformidade do reconhecimento do Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções de Pernambuco (NTCPE). A organização social tem disponibilizado para as empresas, de forma gratuita, cadernos técnicos que ensinam como fabricar máscaras e outros equipamentos de proteção contra o coronavírus, como batas e protetores de pés. Os manuais podem ser acessados no site www.ntcpe.org.br e contam com todos os detalhes sobre a modelagem e insumos necessários para a fabricação de cada produto. 

Além de 1 milhão de máscaras adquiridas através do programa Máscara para Todos, o Polo de Confecções do Agreste também se voltou para atender a demanda por equipamentos de proteção individual (EPIs), com o objetivo de enfrentar as dificuldades econômicas desde o início da pandemia. No total, foram comercializados mais de 12 milhões de EPIs, sendo 10,1 milhões de máscaras de tecidos, além de 1,9 milhão de capote hospitalar e 22 mil protetores de pés e toucas. Além disso, desde maio, é possível comprar através do site www.mascarasparatodos.org.br pacotes de cinco, dez, 50 ou 100 máscaras brancas e lisas e pagar com o cartão de débito ou crédito ou boleto bancário. Até então, foram vendidas quase 18,7 mil de unidades pela loja virtual. 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Mundo tem recorde de mortes por Covid-19 em 24 horas
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 27/01
AstraZeneca defende eficácia em idosos depois de questionamentos
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 26/01
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco