Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

Até que enfim

Primeira loja de casamento do Recife aberta até 20 de dezembro

Publicado em: 19/11/2020 12:39 | Atualizado em: 19/11/2020 12:43

 (Foto: Bruna Leni/Divulgação)
Foto: Bruna Leni/Divulgação
Famosa por reunir os fornecedores do mercado de casamento e oferecer oportunidades únicas de negócios para os noivos, a Feira de Noivas Até que Enfim ganhou uma versão pop up até 20 de dezembro no Shopping Recife. A loja funcionará por cinco semanas e terá serviços que contemplam as principais fases de um casamento, como assessoria, escolha do vestido, buffet, música, fotografia, convite e outros. O espaço, montado no piso L1, próximo à Caixa, funcionará de 12h às 22h. A entrada gratuita.
 
“Sem dúvidas, é um grande desafio. O setor de eventos foi um dos mais afetados pela pandemia e ensaia uma volta aos poucos, com uma série de medidas protetivas. Nossos parceiros de mais de cinco anos, profissionais da área, pediram um apoio nesse momento e como não me sentiria bem em produzir uma feira no antigo formato, resolvi criar uma versão enxuta, no estilo de loja pop up, com tudo que os noivos precisam para seu grande dia. Assim atendemos os fornecedores e o nosso público”, afirma a organizadora Nina Lacerda.

A loja não terá a mesma estrutura da feira tradicional. No lugar dos estandes habituais, contará com pequenos lounges que seguem estritamente as orientações de distanciamento social. “Muitos noivos resolveram adiar o casamento por conta da pandemia, mas o sonho continua vivo. Estamos nos aproximando do fim de 2020, um ano muito duro, na esperança de dias melhores em 2021. Isso faz parte de sonhar que vai além de desejos e movimenta indústrias e mercados. Não sabemos como será daqui pra frente, mas temos certeza que os sonhos continuam e o setor de eventos está pronto para se adaptar e ajudar a tirar muitas aspirações do papel”, diz Nina.
 
Comportamento

O planejamento do casamento durante e até após a pandemia da Covid-19 vai incluir, além dos tradicionais preparativos, uma rotina pensada na minimização de riscos. Repensar a cerimônia adotando protocolos de distanciamento e mudança do local e formato são algumas alternativas que vem dado muito certo.

É necessário atender todas as demandas técnicas das autoridades sanitárias com protocolo sanitário rígido e o uso da menor estrutura possível, da decor à lista de convidados e profissionais envolvidos. “Segurança para comemorar as uniões e para todos os participantes, diretos e indiretos, é o segredo para o momento. Os fornecedores da nossa loja estão preparados para atender as demandas e orientar os noivos. E não é por ter mais regras que a mística, o sentimento e a emoção de um casamento serão menores”, pontua Nina.
 
 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Vacina russa afirma ter 95% de eficiência
ONU condena racismo estrutural no Brasil
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 24/11
De 1 a 5: a artista Isabela Cribari fala de suas obras na exposição Antropocenas
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco