Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

Varejo

Shoppings pernambucanos projetam alta entre 5% e 10% nas vendas no Natal

Publicado em: 28/10/2020 08:00 | Atualizado em: 27/10/2020 19:00

Abertura do Natal do Shopping Recife acontece 1º de novembro e expectativa é crescer 5% sobre 2019. (Foto: Thiago Medeiros/Divulgação)
Abertura do Natal do Shopping Recife acontece 1º de novembro e expectativa é crescer 5% sobre 2019. (Foto: Thiago Medeiros/Divulgação)

O Natal é a data comemorativa mais importante para o varejo brasileiro e, mesmo em um cenário de retomada gradual da economia por conta da pandemia do coronavírus, os shoppings pernambucanos se preparam com expectativa otimista para um aumento de fluxo no final do ano. A Associação Pernambucana de Shoppings Centers (Apesce) estima um crescimento de 5% nas vendas neste ano em relação ao mesmo período de 2019. Os centros de compras do estado esperam alta nesta base para cima, chegando a projeções de até 10%. 

Segundo Danielle Viana, superintendente do Shopping Recife, a retomada do fluxo vem acontecendo mês a mês desde a reabertura das atividades econômicas por conta dos investimentos nas medidas preventivas. "O Natal só vai ratificar a retomada. A expectativa é crescer 5% sobre 2019. A gente entende que vai acontecer porque, de alguma forma, existe maior dinheiro na economia, as pessoas deixaram de gastar com a situação e elas vão valorizar mais o ato de presentear porque passaram a valorizar mais a família", afirmou. 

Os shoppings Guararapes e Tacaruna fazem a mesma projeção para as vendas de Natal deste ano, com expectativa de crescer 5% sobre 2019. O Plaza Shopping espera alta de 4%. O Patteo Olinda prevê manter o mesmo patamar alcançado no ano passado, já que, segundo o superintendente Leandro Denardi, o fluxo de clientes tem aumentado a cada dia. Porém, alguns centros de compras estão ainda mais otimistas. No Paulista North Way, a estimativa é que a alta nas vendas gire entre 8% e 10%, enquanto o Costa Dourada, no Cabo de Santo Agostinho, e o River Shopping, em Petrolina, projetam incremento de 10%. As projeções do Boa Vista são em cima do padrão atual, com estimativa de aumentar 30% no faturamento.

Apesar da expectativa do aumento nas vendas, alguns malls se preparam para um movimento menor de consumidores no período. De acordo com Sandra Arruda, superintendente do Shopping Tacaruna, o centro de compras deve atingir 90% do fluxo de 2019. Já no Plaza, a expectativa é que o shopping tenha uma variação de fluxo de 10% a 12% menor que no ano passado. Porém, os shoppings do estado apostam nas vendas online, seja através do ecommerce como também nas redes sociais. "Contar com a integração multicanal permite que os nossos clientes tenham uma experiência unificada de compras, que certamente agregará às vendas nas lojas físicas também nesse fim de ano", disse Zuleica Lira, superintendente do Plaza.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Um milhão de doses da CoronaVac chegam em São Paulo
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 03/12
Vídeo mostra confusão envolvendo agentes da CTTU em Santo Amaro
Brasil: PIB deve crescer 8,8% no terceiro trimestre
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco