Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

Programas

Investimento de R$ 47 milhões beneficia produtores rurais e população em vulnerabilidade

Publicado em: 29/09/2020 14:42 | Atualizado em: 29/09/2020 14:47

Paulo Câmara e Onyx Lorenzoni assinaram aporte no Palácio do Campo das Princesas. (Foto: Heudes Regis/SEI/Divulgação)
Paulo Câmara e Onyx Lorenzoni assinaram aporte no Palácio do Campo das Princesas. (Foto: Heudes Regis/SEI/Divulgação)

Com investimento de R$ 47,2 milhões, a edição 2020-2021 do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) Federal e do Programa Leite de Todos (PAA Leite) vai beneficiar as duas pontas da cadeia. Se por um lado, adquire a produção dos produtores locais, garantindo uma venda direta, por outro leva esses alimentos para a população em situação de vulnerabilidade social. Em Pernambuco, serão beneficiadas 700 mil pessoas em 134 municípios do estado. O anúncio da iniciativa foi feito nesta terça-feira, no Palácio do Campo das Princesas, com a presença do ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni.

Através do PPA Federal, serão investidos R$ 12,89 milhões, recursos para adquirir alimentos de 13.540 trabalhadores rurais. Os produtos serão doados para mais de 700 entidades socioassistenciais de todas as regiões. Já o PAA Leite terá investimento total de R$ 24,3 milhões, sendo R$ 19,5 milhões do Ministério da Cidadania e R$ 4,8 milhões de contrapartida do Governo de Pernambuco. A previsão é comprar 984,37 mil litros de leite por mês, de vaca e de cabra, beneficiando uma média de 32 mil famílias mensalmente.

Ainda serão destinados R$ 10 milhões pelo governo federal para a aquisição de produtos agrícolas de associações e cooperativas agrícolas também destinados à doação a entidades socioassistenciais na modalidade operada pela Conab no estado. "É um olhar importante para a Zona Rural, para o setor produtivo e para quem atua no campo. E um olhar importante também para a questão nutricional da nossa população. Vai ao encontro do que a gente acredita, de fazer parcerias e, ao mesmo tempo, movimentar o setor econômico, principalmente em uma camada social que precisa desse apoio", afirmou.

Para o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, os recursos serão aplicados nesta ponte entre quem produz na agricultura familiar e quem precisa por viver em situação de vulnerabilidade social e alimentar. "O estado tem papel importante no momento que atua na aquisição direta de alimentos e de leite. A compra é feita no CPF do produtor. Além disso, tem o trabalho que a Conab faz, um trabalho diferente porque compra do CNPJ da cooperativa ou da associação que reúne os produtores. É uma cadeia relevante porque vai atrás daquele micro produtor que produz para si e vende uma parcela da sua produção para comprar outros alimentos. Tem um alcance grande e para os dois lados porque beneficia os produtores e mais de 700 mil pessoas com alimentos de qualidade. Eles serão distribuídos para creches, hospitais, instituições de longa permanência, situação vital para este momento de pandemia", ressaltou.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Rhaldney Santos entrevista João Campos (PSB)
Rhaldney Santos entrevista o engenheiro Celso Cunha
Rhaldney Santos entrevista Victor Assis (PCO)
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #177 - Peixeis ósseos e cartilaginosos
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco