Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

AUXÍLIO EMERGENCIAL

Um a cada três pagamentos do auxílio emergencial são para o Nordeste

Publicado em: 13/07/2020 18:45 | Atualizado em: 13/07/2020 20:56

O presidente da Caixa Econômica, Pedro Guimarães, conversou na tarde de hoje, via plataforma do YouTube do Diario de Pernambuco, com a editora de política e economia do DP, Rochelli Dantas. (Foto:  Wilson Dias / Agência Brasil)
O presidente da Caixa Econômica, Pedro Guimarães, conversou na tarde de hoje, via plataforma do YouTube do Diario de Pernambuco, com a editora de política e economia do DP, Rochelli Dantas. (Foto: Wilson Dias / Agência Brasil)
A rotina de grande parte dos brasileiros, e nordestinos, tem passado pelo acesso diário ao aplicativo Caixa Tem, ferramenta por meio da qual a Caixa Econômica Federal disponibilizou os recursos do auxílio emergencial e, mais recentemente, do FGTS. Um em cada três pagamentos do benefício é feito na região Nordeste. Na semana passada, principalmente devido ao início do pagamento do FGTS, houve longas filas de espera e falha nas operações. Sobre este assunto, saque, além de calendários e manuseio da ferramenta, o presidente da Caixa Econômica, Pedro Guimarães, conversou na tarde de hoje, via plataforma do YouTube do Diario de Pernambuco, com a editora de política e economia do DP, Rochelli Dantas. 

O pagamento do auxílio emergencial teve um grande impacto no Brasil, mas especialmente na região Nordeste. Como foi o início desta operação?
 
Um total de 122 milhões de brasileiros, oito em cada 10 adultos, receberão algum tipo de benefício do governo federal. Do ponto de vista do auxílio, são mais de 65 milhões de pessoas. A lei foi promulgada no dia 3 de abril e já no dia 7 lançamos o aplicativo com 42 milhões de cadastros no primeiro dia. Dois dias depois, já estávamos começando a pagar mais de 50 milhões. Lá atrás já havíamos percebido, entretanto, que pagar tantas pessoas tão rapidamente geraria filas. Por isso, equilibramos o pagamento via saque, em espécie, com o aplicativo. A exceção são os beneficiados do Bolsa Família, cerca de 19 milhões de pessoas, que continuarão a receber via saque porque a grande maioria não tem conta em banco e já recebe assim há 15 anos. Para os outros 45 milhões, o pagamento é pelo aplicativo com um mês para o saque. Um total de 37,5% do valor pago pelo auxílio emergencial vai para o Nordeste, algo em torno de R$ 10º bilhões, um em cada três reais. O Norte e o Nordeste é onde há pessoas mais carentes, então, é natural esta proporção.

E como está sendo a utilização do aplicativo?
O uso é muito superior do que imaginávamos. Ele tinha capacidade para um milhão de usuários e hoje possui 122 milhões. Não existe, até onde saibamos, nenhum outro banco digital com tantas pessoas no mundo. Na semana passada, tivemos uma intermitência no sistema porque começamos a pagar o FGTS para 60 milhões de pessoas. Isto acontece porque justamente são elas que fazem um uso mais intenso do aplicativo. Então, é o auxílio emergencial somado a 20 milhões de pessoas por mês do FGTS, da seguinte forma: a cada segunda-feira, é realizado o pagamento de um mês de aniversário a 5 milhões de pessoas, finalizando em 21 de setembro. 

No início, houve muitas filas nas agências para informações e saques. Ainda é preciso ir? Como mitigar estes problemas para quem não sabe acessar o aplicativo?
Cerca de dois milhões de brasileiros o utilizam todo dia pagando contas, boletos, fazendo compras. E a cada dia isto aumenta, o que mostra que as pessoas estão aprendendo. Além disso, as próprias lojas, grandes atacadistas e supermercados, ajudam a explicar porque têm interesse que as pessoas consumam. Há muitos sites na internet onde é possível comprar remédios, comida, eletrodomésticos, além de mais de três milhões de estabelecimentos. Na dúvida, entretanto, a sugestão é muito clara: vá a uma agência. Afinal, 10 a 15 milhões de pessoas ainda vão aos bancos todo mês porque possuem menor conhecimento do uso da ferramenta. 

Quais os horários de atendimento agora? Houve reforço na equipe de atendimento?
Abrimos de 8h às 14h. Mais cedo porque as pessoas chegam assim. Nas últimas semanas, os pagamentos foram mais focados no Caixa Tem, mas voltaremos a abrir aos sábados quando tivermos a questão do saque em dinheiro vivo. 

O Caixa Tem permanecerá ativo após a pandemia?  
Ele é um banco, com limite de até R$ 5 mil por movimentação. Queremos que, após a pandemia, os mais de 40 milhões de brasileiros que não tinham acesso ao banco continuem a ter, independente do recebimento dos benefícios. Uma parcela da população que quando precisava de dinheiro recorria a financeiras e agiotas a taxas de até 20% ao mês. Por isso, não vamos cancelar nenhuma conta.  Além disso, nas cidades onde não há agências, especialmente no interior, as pessoas não precisarão se locomover. Muitas vezes, elas gastam 10% do que tem a receber em transporte e alimentação.

Muitos receberam a primeira parcela na conta poupança que já possuíam. Depois, este pagamento foi transferido para o Caixa Tem. O que aconteceu?
Neste primeiro pagamento, quem tinha conta na CEF, recebeu e sacou imediatamente. O que aconteceu? Filas. Depois de três semanas a um mês do depósito no Caixa Tem, este dinheiro sai automaticamente para a conta digital indicada pelo usuário. Como ele pode usar este dinheiro em compras com o celular como se fosse cartão de crédito, quando o saque for permitido, haverá menos aglomerações.

Muitos reclamam que não conseguem ver o saldo no aplicativo? O que houve?
Na semana passada, o Caixa Tem passou a ter menos informações porque 5 milhões de pessoas que receberam o FGTS tentaram utilizá-lo ao mesmo tempo.  Digamos que uma destas pessoas precisa pagar três contas de R$ 200. Se cada uma fizer o mesmo, são 15 milhões de acessos. Então, fizemos movimentações para melhorar e acelerar todos os pagamentos. 

O pagamento do FGTS vai seguir o mesmo processo do auxílio emergencial, de primeiro na conta digital e depois seguir para o saque?
Isso. No caso do FGTS, o tempo é menor, três meses para pagar a todos. Ao receber, já percebemos que 80% das pessoas estão consumindo. Então, quando chegar o intervalo do saque, uma parcela pequena irá às agências. Lembrando que para o pagamento do FGTS, não é necessário cadastro já que as 60 milhões de pessoas a serem pagas já estão cadastradas. Reforço que se este dinheiro não for consumido em 90 dias, volta para a conta do FGTS com todas as correções. O valor máximo a ser pago, por pessoa, é de R$ 1045. Quem tiver menos do que isto na sua conta, recebe valor igual ao que lá está.
 
Quanto ao auxílio emergencial, muitas pessoas têm medo de perder o dinheiro se, ao somarem-se duas parcelas pagas, ele não for utilizado.
Existe uma janela de 90 dias para que ele seja utilizado após o fim do pagamento, mas entre as parcelas não há problema. Se, por exemplo, eu recebi a primeira parcela e não saquei, quando receber a segunda, posso sacar ambos. 

Onde as pessoas podem ter acesso ao calendário de pagamentos? 
No site axuilio.caixa.gov.br e também ligando para o 111. Basta informar o mês de nascimento. Estamos bem próximos de divulgar mais um lote de pagamentos. Começaremos a pagar a quarta parcela do Bolsa Família, a partir do dia 20 de julho, e faremos este anúncio em paralelo.

Não podem ser feitos novos cadastros no momento.  E com relação aos que estão em análise e aos que foram negados? Estes últimos podem recorrer?
42 milhões de pessoas que não tiveram aprovação na análise da Dataprev já sabem disso. Elas não podem recorrer. Atualmente, 1 milhão estão em processo de análise e serão avaliados. 

Algumas pessoas afirmaram que houve a solicitação de fotos. Isto é uma prática para o cadastro no Caixa Tem??
Em alguns poucos casos, cerca de 5% do total, quando não há reconhecimento de documentos ilegíveis, há o direcionamento para o whatsapp para que se faça uma foto como contraprova.  É preciso lembrar, entretanto, que não existe comunicação da CEF por e-mail. É sempre no aplicativo, no site ou no 111. Então, tenha muito cuidado com qualquer pergunta que não venha destes meios. Afirmo que qualquer fraude será combatida fortemente e investigada pela Polícia Federal, afinal este dinheiro é para ajudar a população carente do Brasil em momentos de pandemia.
 
Caixa responde dúvidas dos internautas:
 
1 - Desde 17 de junho fiz o acesso ao Caixa Tem e foi solicitado via WhatsApp que fosse enviado a foto do RG e uma foto para que, então, fosse liberado o 1° acesso, após análise dessas fotos. O canal do Whatsapp informa que a qualquer momento podemos digitar a palavra resultado para saber o status da análise, porém, desde 17/06 aparece a seguinte mensagem: “Aguarde mais um pouco. Ainda estamos processando o seu cadastro. A qualquer tempo, digite a palavra resultado para saber o andamento da sua análise”. Até hoje o 1° acesso não foi liberado no Caixa Tem. Já liguei no 111, mas lá informa que o dinheiro está creditado, apesar de não ser possível acessar o aplicativo, que sempre joga de volta ao WhatsApp.
 
A CAIXA informa que alguns cadastros no CAIXA Tem estão sendo reprocessados, por questões de segurança, como neste caso citado, é preciso aguardar que será resolvido nos próximos dias dessa semana.
 

2 - O aplicativo caixatem não está mostrando saldo e extrato. Por que? Como fazemos?
 
A visualização de saldo/extrato apresentou falha momentânea e já foi resolvida.
 
3 - Haverá atualização no aplicativo para que possamos entrar com recurso quando é negado? principalmente quando tem a mensagem: cidadão ou membro da família já recebeu?
 
Para os casos previstos na lei, é possível contestar pelo aplicativo Auxilio Emergencial.
Os casos não previstos devem ser comunicados ao Ministerio da Cidadania.
 
4 - Meu marido recebe o FGTS emergencial e ele é do mês de janeiro porém ainda não caiu. Vocês tema gluma solução?
 
Deve ser procurada uma agência para verificar a ocorrência e dependendo da análise iniciar um processo de contestação.
 
5 - Quem não consegue ver o saldo na data programada pode ir na CEF? quais documentos levar?
 
Documento de identificação, mas o calendário de saque é diferente (posterior), por essa razão, recomenda-se utilizar o aplicativo CAIXA Tem para visualizar o saldo e realizar pagamentos e compras, de forma digital.
 
6  - O prazo de transferência quando é superior há um mês como devemos proceder? Recebi no dia 4 de julho e diz que só posso transferir em setembro. É isso mesmo? Como posso fazer?
 
A CAIXA antecipa o crédito das parcelas para compras com o cartão de débito virtual ou por meio de maquininhas em lojas físicas (QR Code). Desta forma, é possível realizar o pagamento de boletos e concessionárias. A prioridade do banco é manter o atendimento digital, de forma a evitar aglomerações de pessoas nos pontos de atendimento, seguindo os protocolos de prevenção do período de pandemia.
 
7 - No caso do fgts que foi creditado no primeiro lote e não conseguimos acessar? Como proceder?
 
Mais de 41,2 milhões de cidadãos estão acessando o CAIXA Tem. Em caso de alguma dificuldade recomenda-se procurar uma agência para orientação ou atualização do cadastro.

 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Bolsonaro: incêndios na Amazônia são mentira
Putin anuncia vacina com imunidade duradoura
Rhaldney Santos entrevista o pré-candidato à prefeitura de Jaboatão Arnaldo Delmondes
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco