MARANHÃO

PF combate extração ilegal de madeira em terra indígena

Publicado em: 03/08/2022 12:12

 (Foto:  Polícia Federal/Operação Enterro dos Ossos)
Foto: Polícia Federal/Operação Enterro dos Ossos
A Polícia Federal deflagrou hoje (3) uma operação para combater a extração e a recepção ilegal de madeira na terra indígena Cana Brava, no município de Barra do Corda (MA). Os policiais cumprem 22 mandados de busca e apreensão e sete de suspensão da atividade econômica.

De acordo com a PF, a atividade ilegal abastece uma cadeia criminosa de serrarias, movelarias e depósitos de madeira clandestinos. A polícia disse que durante as investigações foram identificados diversos estabelecimentos madeireiros que atuam na clandestinidade, sem emissão de Documento de Origem Florestal (DOF).

A PF também informou que, no período de um ano, foram detectados 177 alertas de desmatamento na terra indígena Cana Brava. As serrarias e movelarias investigadas estão a uma distância de aproximadamente 40 km da terra indígena, “o que demonstra a viabilidade econômica para atuarem na ilegalidade, com extração de madeira em área protegida”.

“O tempo de atividade analisado por meio da evolução geoespacial desses estabelecimentos demonstrou que as condutas perduram há vários anos, causando impactos e danos consideráveis ao meio ambiente e ao equilíbrio ecológico”, disse a polícia.

Ainda de acordo com a PF, o desmatamento ilegal, com a invasão das terras indígenas, intensifica os conflitos com indígenas da região.

Os investigados poderão responder por crimes como receptação qualificada, depósito de produto de origem vegetal sem licença válida, funcionamento de estabelecimentos potencialmente poluidores sem autorização, dentre outros, com penas que podem chegar a 9 anos de reclusão.

Batizada de “Pterodon”, a operação mobilizou 110 policiais federais, bem como servidores do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e integrantes do Corpo de Bombeiros e policiais militares do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA), no Maranhão.

O nome da operação faz referência a um gênero botânico, que inclui a sucupira entre suas espécies. A árvore é considerada uma das mais valiosas da terra indígena Cana Brava.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL

Covid-19: Brasil registra 7,9 mil casos e 120 mortes em 24 horas

15/08/2022 às 22h51

Brumadinho: CGU multa Vale em R$ 86 mi com base na Lei Anticorrupção

15/08/2022 às 22h35

Confira os resultados da Quina 5924 e Lotofácil 2599 desta segunda-feira

15/08/2022 às 20h23

Varíola dos macacos: calendário de vacinação deve sair nesta semana

15/08/2022 às 20h01

Episódios neonazistas no Brasil quase dobraram no Brasil, aponta estudo

15/08/2022 às 18h20

Governo compra 1 milhão de vacinas CoronaVac para crianças de 3 a 5 anos

15/08/2022 às 17h40

Juiz é acusado de assédio sexual dentro de fórum e nas redes sociais

15/08/2022 às 16h45

São Paulo marca leilão do Rodoanel Norte para janeiro de 2023

15/08/2022 às 16h30

Pai mata filho no Dia dos Pais em discussão por drogas

15/08/2022 às 11h44

Jardineiro é resgatado após seis dias isolado em ilha no Rio de Janeiro

15/08/2022 às 10h58

Termina hoje prazo para prefeituras fazerem cadastros no Bem-Taxista

15/08/2022 às 09h05

Policial que matou lutador Leandro Lo foi a boate e motel após o crime

14/08/2022 às 13h45

Monark defende quem consome pornografia infantil: 'Não sei se é criminoso'

14/08/2022 às 13h39

Dia dos Pais: separações e reencontros marcam refugiados no Brasil

14/08/2022 às 13h32

Dia dos Pais: entenda origem da data no Brasil e no mundo

14/08/2022 às 11h18

Paraguaia é presa com cocaína no Aeroporto de Foz do Iguaçu

13/08/2022 às 17h23

Idoso é suspeito de estuprar cadela na região Nordeste de BH

13/08/2022 às 15h20

Mulher é suspeita de esfaquear companheiro durante briga em Muriaé

13/08/2022 às 15h17