SANEAMENTO

Empresa assume fornecimento de água em parte do Rio e em 17 cidades

Publicado em: 01/08/2022 16:50

 (Foto: Reprodução/Pixabay)
Foto: Reprodução/Pixabay
A concessionária Rio+Saneamento iniciou hoje (1º) as operações de abastecimento de água e de coleta e tratamento de esgoto em 22 bairros da zona oeste da capital Rio de Janeiro e de 17 municípios do interior do estado. O contrato foi assinado a partir da concessão do bloco 3 na privatização da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), no fim do ano passado. 

A área que será atendida pela companhia soma 2,6 milhões de habitantes, sendo 1,7 milhão nos seguintes bairros cariocas: Bangu, Barra de Guaratiba, Campo dos Afonsos, Campo Grande, Cosmos, Deodoro, Gericinó, Guaratiba, Inhoaíba, Jardim Sulacap, Magalhães Bastos, Paciência, Padre Miguel, Pedra de Guaratiba, Realengo, Santa Cruz, Santíssimo, Senador Camará, Senador Vasconcelos, Sepetiba, Vila Kennedy e Vila Militar.

Fora da capital, a Rio Saneamento vai atender a Bom Jardim, Carapebus, Carmo, Itaguaí, Macuco, Natividade, Paracambi, Pinheiral, Piraí, Rio Claro, Rio das Ostras, São Fidélis, São José de Ubá, Seropédica, Sumidouro, Trajano de Moraes e Vassouras.

O contrato de prestação de serviço vai durar 35 anos, e a concessionária terá que universalizar os serviços de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto em até 11 anos. Para isso, a empresa afirma que serão investidos R$ 4,7 bilhões, o que possibilitará a construção de 33 estações de tratamento de esgoto e 12 estações de tratamento de água, além da implementação de mais de 1,5 mil quilômetros de tubulação de esgoto.

Leilão
 
O Grupo Águas do Brasil, do qual a Rio Saneamento faz parte, venceu o leilão para o bloco 3 em 29 de dezembro do ano passado, quando ofereceu a outorga fixa de R$ 2,2 bilhões. Este foi o único bloco não arrematado no leilão realizado em abril do ano passado, quando os blocos 1, 2 e 4 receberam lances e foram contratados com uma arrecadação total de R$ 22,6 bilhões. A divisão dos blocos da Cedae para a concessão foi feita de forma que cada bloco incluía uma parte da capital fluminense e um grupo de municípios do interior do estado.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL

Menino de 2 anos entra em máquina de pegar pelúcias no Rio

18/08/2022 às 13h20

Sorvetes Häagen-Dazs são recolhidos por suspeita de substância tóxica

18/08/2022 às 12h48

Celular explode enquanto criança assistia a vídeo no Ceará

18/08/2022 às 12h34

Quatro pessoas são presas com uma tonelada de cabos de cobre

18/08/2022 às 10h44

Fontes renováveis na matriz energética devem aumentar em 2022, diz MME

18/08/2022 às 10h02

Sérvia e Kosovo mantêm diálogo sob a égide da UE

18/08/2022 às 09h48

Serviços no Rio ainda não foram normalizados após ataque de hacker

18/08/2022 às 09h36

Termina nesta quinta-feira prazo para pedir voto em trânsito

18/08/2022 às 09h05

Cinco estados tiveram mais de 20 mil ações policiais durante pandemia

18/08/2022 às 09h02

Pensão atrasada: mãe de Eliza Samúdio fala sobre decreto de prisão de Bruno

17/08/2022 às 22h48

OMS investiga se rápida propagação da varíola do macaco se deve a mutações

17/08/2022 às 22h44

Desmatamento na Amazônia Legal bate recorde dos últimos 15 anos

17/08/2022 às 22h40

Confira o resultado do concurso 2511 da Mega-Sena; prêmio é de R$ 3,1 milhões

17/08/2022 às 22h36

Brasil tem 247 mortes e 21.927 mil casos de Covid-19 em 24 horas

17/08/2022 às 19h46

Investimento pode chegar a R$ 6 milhões, e inscrições vão até setembro

Petrobras lança edital para empresas de tecnologia e startups

17/08/2022 às 19h09

Máscara deixa de ser obrigatória em aeroportos e voos no Brasil

17/08/2022 às 18h33

Quilombolas serão recenseados pela primeira vez na história

17/08/2022 às 16h00

Receita deflagra uma operação em SP e RS contra sonegação de tributos

17/08/2022 às 11h01