Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

TURISMO

Parque Nacional do Iguaçu receberá R$ 500 milhões em investimentos

Publicado em: 29/07/2022 13:40

 (crédito: Christian Knepper/MTur/Divulgação)
crédito: Christian Knepper/MTur/Divulgação
Um consórcio privado assinou junto ao governo federal um contrato de concessão para serviços turísticos do Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu-PR. O acordo foi firmado na segunda-feira (18). A previsão de mais de R$ 500 milhões em investimentos e de R$ 3 bilhões em operações gerais tem potencial para triplicar o número de visitantes da área.

O parque é localizado próximo às fronteiras do Brasil com a Argentina e o Paraguai e recebe, em média, mais de 2 milhões de turistas por ano. O planejamento prevê a inserção de grandes áreas para ampla visitação, além do atual centro de Cataratas. A concessão promoverá locais menos conhecidos pela maioria dos turistas como o Rio Azul e as Ilhas do Iguaçu e Gonçalves Dias.

Segundo o Ministério da Economia (ME), o projeto conta com inovações como a requalificação e criação de núcleos de visitação, a implantação de um teleférico e outros modais de transporte, além da preocupação em relação à sustentabilidade. “Todos os investimentos possuem também como foco assegurar a preservação ambiental”, disse o ministério.

O consórcio Urbia Cataratas S.A, formado pelo Grupo Cataratas e pela empresa Construcap, venceu o leilão de oferta com lance de R$ 375 milhões. O novo contrato é válido pelos próximos 30 anos.

Com isso, o grupo torna-se responsável pela prestação dos serviços públicos de apoio à visitação, revitalização, modernização, operação e manutenção dos serviços turísticos no Parque Nacional do Iguaçu, incluindo o custeio de ações de apoio à conservação, proteção e gestão. A empresa, criada com propósito específico (SPE), passa a ser a concessionária responsável pela gestão dos 95.602 hectares, correspondente às áreas de uso público.

Foz do Iguaçu
 
Foz do Iguaçu é a terceira cidade brasileira mais visitada para turismo de lazer no Brasil e mais de 70% dos visitantes de Foz vão ao Parque Nacional do Iguaçu. De acordo com o consórcio, entre os investimentos previstos estão um novo sistema de transporte, o qual passará pelas principais estações, e novo teleférico.

A aplicação de novos modais objetivam maior imersão do usuário com a natureza, a partir da implementação de serviços de alimentação, atividades aquáticas como SUP e caiaque para todos os visitantes.

Outro aspecto é o embarque e desembarque em barco motor à combustão para conduzir o visitante até a marina que será construída fora do parque. O plano de transição operacional tem previsão de início da operação a partir de dezembro de 2022.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Manhã na Clube: entrevistas com dr. Heitor Medeiros e André Navarrete (Innovation Meeting)
Em busca de água, indígenas brasileiros encontram novo lar
Manhã na Clube: entrevista com Carlos Veras (PT), deputado federal
China executa maiores exercícios militares em décadas
Grupo Diario de Pernambuco