VARÍOLA DOS MACACOS

Anvisa cria comitê técnico para tratar casos de varíola dos macacos

Publicado em: 27/07/2022 22:06

 (crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou nesta quarta-feira (27) a criação de um comitê técnico para tratar da emergência relacionada à varíola dos macacos. O comitê será destinado às áreas técnicas de pesquisa clínica, registro, boas práticas de fabricação, farmacovigilância e de terapias avançadas, para que atuem em processo colaborativo, inclusive com os profissionais de saúde e a comunidade científica.

“A atuação do Comitê permitirá ações coordenadas e céleres para salvaguardar a Saúde Pública, reunindo as melhores experiências disponíveis nas autoridades reguladoras, permitindo acelerar o desenvolvimento e as ações que envolvem pesquisas clínicas e autorização de medicamentos e vacinas”, disse em nota a agência reguladora.

A equipe técnica atuará com orientações sobre protocolos de ensaios clínicos e discutindo com os desenvolvedores orientações sobre medicamentos destinados a tratar, prevenir ou diagnosticar a doença causadora da emergência de saúde pública.

“O objetivo dessas orientações para desenvolvedores, incluindo acadêmicos, é permitir a rápida aprovação e condução de testes bem projetados, para que possam fornecer dados robustos necessários para permitir a tomada de decisões e evitar a duplicação de investigações”, declarou.

Em 23 de julho de 2022 a varíola do macaco foi classificada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional (ESPII). Desde o início do recente surto, a Anvisa tem acompanhado a situação, inclusive com orientação de ações na área de portos, aeroportos e fronteira, emissão de notas técnicas para orientar os serviços de saúde e a doação de sangue.

Embora seja tipicamente mais suave do que a varíola convencional, a doença pode ser fatal. A transmissão para pessoas pode acontecer de vários animais selvagens, como roedores e primatas, mas também pode ser transmitida entre pessoas após contato direto ou indireto.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL

Quatro pessoas são presas com uma tonelada de cabos de cobre

18/08/2022 às 10h44

Fontes renováveis na matriz energética devem aumentar em 2022, diz MME

18/08/2022 às 10h02

Sérvia e Kosovo mantêm diálogo sob a égide da UE

18/08/2022 às 09h48

Serviços no Rio ainda não foram normalizados após ataque de hacker

18/08/2022 às 09h36

Termina nesta quinta-feira prazo para pedir voto em trânsito

18/08/2022 às 09h05

Cinco estados tiveram mais de 20 mil ações policiais durante pandemia

18/08/2022 às 09h02

Pensão atrasada: mãe de Eliza Samúdio fala sobre decreto de prisão de Bruno

17/08/2022 às 22h48

OMS investiga se rápida propagação da varíola do macaco se deve a mutações

17/08/2022 às 22h44

Desmatamento na Amazônia Legal bate recorde dos últimos 15 anos

17/08/2022 às 22h40

Confira o resultado do concurso 2511 da Mega-Sena; prêmio é de R$ 3,1 milhões

17/08/2022 às 22h36

Brasil tem 247 mortes e 21.927 mil casos de Covid-19 em 24 horas

17/08/2022 às 19h46

Investimento pode chegar a R$ 6 milhões, e inscrições vão até setembro

Petrobras lança edital para empresas de tecnologia e startups

17/08/2022 às 19h09

Máscara deixa de ser obrigatória em aeroportos e voos no Brasil

17/08/2022 às 18h33

Quilombolas serão recenseados pela primeira vez na história

17/08/2022 às 16h00

Receita deflagra uma operação em SP e RS contra sonegação de tributos

17/08/2022 às 11h01

IBGE inicia censo em territórios quilombolas

17/08/2022 às 09h09

Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio estimado em R$ 3 milhões

17/08/2022 às 08h41

Juiz do TRT acusado de assédio sexual por 30 mulheres pede férias

17/08/2022 às 08h07