Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

GOIÂNIA

Idoso de 75 anos é preso após arrastar cachorra com moto em Goiânia

Publicado em: 13/06/2022 16:30

 (crédito: Divulgação/Polícia Civil )
crédito: Divulgação/Polícia Civil
Na última quarta-feira (8), um idoso de 75 anos foi preso por amarrar uma cadela em uma moto e arrastá-la pelo asfalto, em Goiânia. O animalzinho foi resgatado por pessoas que passavam na rua e perceberam que a cachorra estava machucada.

O Grupo de Proteção Animal (GPA/Dema) da Polícia Civil recebeu a denúncia por e-mail, que continha um relato e imagens de maus tratos. No documento, o denunciante explicou que resgatou o animal e o idoso fugiu do local na sequência.

O homem que resgatou o animal ainda o levou para a delegacia para comprovar os maus tratos e prestar depoimento.

Localizado pela polícia, o idoso contou que fazia um favor para uma amiga que pediu para ele levar a cadela até a casa de uma outra mulher, mas afirmou que puxava a corda que amarrava o animal com as mãos e negou que o prendeu na garupa da moto.

O idoso ainda completou que a cadela se feriu porque não queria andar e que a soltou ao perceber que ela estava machucada. Entretanto, a polícia teve acesso às câmeras nas ruas do setor Residencial Canadá, que comprovaram a denúncia.

O idoso foi preso e acusado pelo crime de maus-tratos a animais e aguarda a audiência de custódia. Já a cadela recebeu atendimento veterinário. Após receber alta médica, ela foi adotada por um dos denunciantes do crime.
 
 (foto: Divulgação/Polícia Civil)
foto: Divulgação/Polícia Civil
 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Suspeito de ataque a tiros com seis mortos é detido nos EUA
Manhã na Clube: entrevistas com o pastor Wellington Carneiro e Alexandre Castelano
Planta gigante, prima da vitória-régia, é descoberta em Londres
Manhã na Clube: entrevistas com a deputada estadual Teresa Leitão (PT) e Juliana César
Grupo Diario de Pernambuco